Em cartaz: Os Incríveis 2

Os Incríveis 2
Duração: 125 min
Direção: Brad Bird
Estúdios: Walt Disney Pictures e Pixar Animation Studios
Gênero: Animação
Classificação: Livre

Desde que descobri que esse filme seria lançado, não tinha dúvidas de que iria ao cinema assisti-lo. Afinal, foram 14 anos de espera! hahaha Então, na primeira oportunidade que tive aproveitei para ver, e a espera valeu a pena, pois o filme está tão bom quanto o primeiro! 😄

O filme começa exatamente do ponto em que o anterior havia terminado, com a família de super-heróis reunida para combater o Escavador. O problema é que os heróis ainda continuam sendo mal vistos pela sociedade e esse embate com o vilão gera inúmeras repercussões por causa da destruição provocada.


Porém, ainda existem pessoas que os consideram necessários para manter a ordem e que valorizam seus poderes. Eles recebem uma proposta que pode mudar a forma como as pessoas veem os heróis, basta que a Mulher-Elástica aceite participar.

Com a esposa saindo para trabalhar, Roberto é quem precisa ficar em casa e cuidar das crianças. Parece ser uma rotina super fácil, mas será que ele dará conta de uma adolescente apaixonada, um garotinho com dificuldades em matemática e um bebê superpoderoso, que até então todos achavam que não tinha poderes? Ser um herói não parece tão complicado depois disso. haha

Até que surge o Hipnotizador, um vilão que está gerando um caos na cidade. A Mulher-Elástica precisa encontrá-lo, mas sozinha ela não conseguirá. É chegada a hora da família se reunir novamente, juntamente com Gelado, e fazer tudo dar certo dessa vez.


Eu me surpreendi positivamente com esse novo filme, porque normalmente as sequências não são tão boas quanto os originais. No entanto, essa conseguiu. Os produtores foram bem criativos na hora de montar a história, trouxeram de volta as características marcantes de cada personagem, arrasaram nas cenas de ação e, claro, encheram de cenas de comédia leves e gostosas. 

O Zezé é quem realmente rouba a cena. Ele é o protagonista na maior parte da comédia do filme e é bem legal descobrir um pouco mais sobre seus poderes, apesar dele não ter o menor controle sobre o que está fazendo. Os outros personagens nós já conhecemos bem, mas Helena tem um destaque bastante merecido dessa vez. O filme traz muito da força feminina, um assunto que está em alta atualmente e é bem legal de ser visto em um filme infantil. Não só através de Helena, mas também de Evelyn, uma nova personagem que explora bastante esse tema.


A história pode até ser um pouco previsível, mas também surpreende em alguns momentos. É difícil agradar a todos, mas para mim foi um filme muito divertido e acredito que quem gostou do primeiro, certamente irá gostar desse também. É ótimo para a família inteira e eu super recomendo. 😉

Trailers:



logoblog