Livors *----* Desencantada

Título: Desencantada
Série: Perdida #5
Autora: Carina Rissi
Páginas: 476
Editora: Verus
Avaliação: 5/5

Eu adoro os livros da Carina e Desencantada já estava há algum tempo na minha lista de futuras leituras. Essa é uma daquelas séries que não importa quantos livros tenha, a gente sempre quer mais um, porque ela é muito gostosa de ler. Porém, parece que o próximo livro fechará a série. Eu ainda não me sinto preparada para o desfecho, mas com certeza estarei lendo-o logo que lançar.

Em Desencantada, é Valentina quem está no centro da trama. Valentina nunca chamou muito a minha atenção pela maneira como ela foi apresentada no primeiro livro da série. Ela poderia ter sido uma rival de Sofia, afinal, era o que todos esperavam e ela era apaixonadíssima pelo Ian. Mas, na verdade, ele não correspondia ao seus sentimentos, então fica até difícil classificá-la como rival. E isso nos passou uma impressão de que ela era uma moça sem sal. Mas a Carina gerou algum reboliço em sua vida durante a série: a morte de sua mãe, o caso do seu pai, o desprezo da madrastra. Valentina se tornou uma espécie de gata borralheira e, assim, conquistou de volta um pouco da simpatia, ou talvez a pena, e interesse dos leitores.

"Muitas pessoas se dizem sozinhas mesmo estando em meio a uma multidão, presas em um tormento pessoal cuja saída parece não existir. Eu as compreendo, pois era neste ponto em que eu estava: perdida em um labirinto de desespero e solidão, tentando recomeçar."
logoblog

Cheiro de livro novo: De Repente, Ana

Título: De Repente, Ana
Autora: Marina Carvalho
Páginas: 317
Editora: Novas Páginas (Novo Conceito)
Série: Simplesmente Ana #2
Próximo: Elena - A Filha da Princesa
Avaliação: 3/5

Faz uns cinco anos que eu li Simplesmente Ana e lembro de ter gostado bastante da história, mas realmente não lembro de praticamente nada do que acontece. No entanto, tinha muita vontade de ler a sequência e comprei De Repente, Ana na Bienal de 2017. Mas, como sempre, demorei vários anos para realizar a leitura. E preciso confessar que talvez ter demorado tanto tenha feito com que eu me decepcionasse com o que encontrei...

"Porque a Ana é assim: transparente, verdadeira e apaixonada — pela vida, por tudo."
logoblog