Em cartaz: Animais Fantásticos - Os Crimes de Grindelwald [Resenha Dupla]

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Duração: 134 min
Direção: David Yates
Produção: Heyday Films
Distribuição: Warner Bros. Pictures
Gênero: Aventura, fantasia
Elenco: Eddie Redmayne (Newt Scamander), Katherine Waterston (Tina), Dan Fogler (Jacob), Alison Sudol (Queenie), Ezra Miller (Credence), Johnny Depp (Gellert Grindelwald), Jude Law (Alvo Dumbledore)
Classificação: 12 anos

Esse foi um dos filmes mais aguardados por mim durante o ano. Por mim também (Bela). Na verdade, desde que assisti Animais Fantásticos e Onde Habitam estava ansiosa para saber mais o que estavam criando para essa sequência. Nossa, nem me fala, eram muitas perguntas. Quando anunciaram o primeiro filme nem tínhamos certeza se manteriam o Newt como protagonista dos outros filmes! Foi uma espera que valeu a pena e mal vejo a hora de poder assistir ao próximo! 😍


No final do primeiro filme, com a ajuda de Newt, a MACUSA consegue prender o poderoso Grindelwald. No entanto, esse perigoso bruxo das trevas tem muitos segredos e consegue escapar. Eu ainda não entendi muito bem como isso aconteceu.. Está determinado a reunir seus seguidores, bruxos de sangue puro, para que juntos dominem o mundo e iniciem uma nova era de soberania sobre os seres não-mágicos.

Alvo Dumbledore é o único bruxo com poder equivalente ao de Grindelwald, mas, por algum motivo, não pode enfrentá-lo. Portanto, recorre ao seu antigo aluno, Newt. De formas inusitadas, Newt reune-se novamente com seus amigos Jacob, Queenie e Tina, enquanto o plano para impedir Grindelwald vai se desenrolando.


Temos o retorno de personagens importantes, como Credence, e também são inseridos novos, como Leta Lestrange e Nagini. Cada um tem um papel fundamental no desenvolvimento do enredo e possuem suas próprias histórias complexas, que deixam brechas para o futuro.

Newt continua o mesmo de antes, um personagem tímido, inseguro, que só quer cuidar de suas criaturas. Ele não quer assumir um lado na luta, nem mesmo quando Dumbledore em pessoa solicita sua ajuda. Mas ele é um feroz defensor dos amigos e não aceita deixar coisas erradas acontecendo.  Além disso, não poderiam deixar de aparecerem algumas criaturas mágicas que encantam o espectador. Grindelwald é inteligente e carismático. É aquele vilão que conquista a todos com suas palavras, evitando partir para violência. Nesse ponto, ele é um vilão muito diferente de Voldemort. Pois enquanto Voldemort inspirava medo, levando pessoas a segui-lo por acreditarem que ele venceria a guerra, Grindewald conquista principalmente pela sua lábia, ele atrai seus seguidores pelos seus ideais.


Esse filme tem um enredo muito mais complexo do que o anterior e, ainda assim, grande parte das coisas não é revelada. Ele foi apenas um introdução de tudo que ainda está por vir. É um filme com muitas emoções, cenas surpreendentes, personagens bem construídos e efeitos especiais incríveis. É tanta magia legal sendo lançada para todos os lados! E os animais estão maravilhosos também, apesar deles não serem tão destacados dessa vez. Senti que a crítica ficou um pouco dividida e cheguei a ler alguns comentários bastante negativos, eu confesso que não sabia exatamente o que esperar mas gostei bastante do que encontrei.

Por fim, estou bastante ansiosa para saber o que vai acontecer no próximo filme, como as coisas vão começar a se resolver (ou piorar ainda mais). Sim, o próximo filme promete grandes revelações/acontecimentos e eu mal posso esperar para assiti-lo. O final foi bastante surpreendente para mim, mas ao mesmo tempo me deixou sem saber se devo ou não acreditar no que foi revelado. Novamente estou sem saber o que esperar, mas muito animada para tudo que está sendo criado.  💗

Trailers:





logoblog