Cinema em casa: O Feitiço do Natal

O Feitiço de Natal
Data de lançamento: 2 de novembro de 2018
Duração: 1h 34min
Direção: Bradley Walsh
Elenco: Kevin Hanchard, Kat Graham, Quincy Brown
Distribuidor: Netflix
Gênero: Romance
Nacionalidade: EUA

Eu estava navegando no Facebook há uns dias atrás quando vi algumas pessoas comentando sobre os filmes de natal lançados pela Netflix. Então, quando comecei a procurar um filme na plataforma para assistir na última sexta-feira, logo me lembrei das recomendações e decidi dar uma chance à uma das produções.

Em O Feitiço de Natal conhecemos Abby, uma jovem fotografa que almeja ter seu próprio estúdio, mas hoje se vê presa à um trabalho que lhe paga pouco e não faz com que ela se sinta realizada. Ela tira fotos temáticas, o cenário da época é o Natal e ela está escalada para tirar as fotos das crianças com o papai noel. É quando seu melhor amigo, Josh, volta à cidade depois de passar uma temporada viajando pelo mundo, ele também é fotógrafo, mas acabou seguindo um caminho diferente do seu, pois faltou à Abby coragem para perseguir seus sonhos.


Então, seu avó lhe presenteia com o calendário do advento que pertenceu à avó de Abby. Eu particularmente nunca tinha ouvido falar a respeito de um objeto como este. Mas, a ideia do calendário é que ele tenha 25 janelas (ou portas) e cada compartimento mostre uma imagem ou objeto relacionado à festa de natal, ou o nascimento de Cristo, como estrelas, pinheiros, renas, etc. A cada dia um compartimento se abre, revelando um objeto. Mas, o que é realmente intrigante no calendário de Abby é que cada objeto que ela encontra no calendário tem relação com algum acontecimento do seu dia e ela começa a se questionar se o calendário estaria de alguma forma guiando seu futuro.

Um ponto forte do longa é a representatividade, pois grande parte do elenco é negro, os pais de Abby chamam a atenção por seu pai ser um homem negro e sua mãe ser uma mulher branca e loira. Abby é uma personagem que cativa facilmente, dona de um sorriso caloroso, ela mostra que tem sonhos, mas também tem medos e, as vezes, é ela quem é sua maior inimiga. Ela se zanga, age de maneira egoísta e faz merda assim como eu e você e é isso que faz com que nos identifiquemos tanto com ela. Outro personagem que nos encanta é o seu avô, um homem sábio e bem humorado que está sempre presente para aconselhar a neta. Já Josh é o típico amigo perfeito na friendzone.







Mas, o filme é bastante clichê, a começar pelo triângulo amoroso, formado por Abby, Josh e Ty. Ty é um médico muito charmoso que Abby conheceu pouco depois de ganhar o calendário e rapidamente conquistou sua afeição. Desde o inicio podemos imaginar a forma como as coisas irão se desenrolar, mas mesmo assim é gostoso de acompanhar, como todo bom romance natalino. O Feitiço de Natal é um daqueles filme para assistir com a família em uma tarde sem muitas pretensões.

logoblog