Cheiro de livro novo: Tocada pelas Sombras

Título: Tocada pelas Sombras
Autora: Richelle Mead
Páginas: 379
Editora: Agir
Série: Academia de Vampiros #3
Anterior: Aura Negra
Próximo: Promessa de Sangue

Quando eu li o segundo volume dessa série, na nossa maratona de fevereiro, já desejei logo emendar nesse livro. Como ainda tinha outros para ler, fui adiando, até que resolvi pegar agora. Terminei já querendo saber o que vai acontecer no próximo, mas decidi dar um tempo, porque essa é daquelas séries que te deixam com uma baita ressaca literária.

"— Às vezes, Rose, nós temos que saber nos colocar em primeiro lugar."


Depois dos acontecimentos do ano anterior, há muita tensão no mundo dos vampiros. Nenhum lugar parece ser realmente inviolável, levando em conta como os Strigoi estão cada vez mais astutos e formulando planos estratégicos. Os alunos estão de volta à escola, onde talvez seja o único local seguro, além da Corte Real. A realeza está dividida entre os que querem lutar e os que desejam continuar sendo protegidos. Porém, todos estão sentindo que em breve um novo ataque poderá ocorrer.

"— Tenha paciência, Rose. Você deve ser paciente. E estar preparada. Você está preparada?"

Rose está extremamente abalada pela morte de seu amigo Mason, sentindo-se culpada. Além disso, seu humor anda bem instável, oscilando entre sentimentos ruins, constantemente irritadiça. No entanto, ela segue firme, pois já está no último ano e em breve ela e Lissa poderão viver juntas em qualquer outro lugar e ter a liberdade que tanto desejam. Ela só precisa continuar cumprindo as atividades da escola e ser aprovada na experiência de campo, uma forma de teste em que os dampiros precisam agir como guardiões e proteger os Moroi de ataques simulados. Para alguém que já enfrentou alguns Strigoi de verdade, isso seria moleza. Mas as coisas nunca são fáceis quando se trata de Rose.

"Vida e morte, tão imprevisíveis, tão perto uma da outra. Existíamos de momento em momento, nunca sabendo quem seria o próximo a deixar este mundo."

Ela descobre que Victor Dashkov (o louco que sequestrou Lissa em O Beijo das Sombras) será julgado em breve. Além dela e de Lissa não terem sido convidadas para participar — o que é muito injusto, já que elas são as mais interessadas —, ainda há o risco dele não ser preso. O que elas farão caso isso aconteça?

"— (...) Sem ligar para os detalhes, ou ainda que sejam verdadeiros, ela estava certa sobre como as coisas podem mudar rapidamente. Nós tentamos fazer o que é certo, ou mesmo o que os outros dizem que é certo. Mas às vezes, quando isso vai de encontro ao que nós somos realmente... você tem que escolher."

Para piorar tudo, Rose começa a ter visões com seu amigo morto. Será que agora ela também está ficando louca? Em meio às confusões na escola e a incerteza do futuro, a única coisa que permanece constante é o amor que sente por seu instrutor, Dimitri. Infelizmente, é a única coisa que não poderá mudar.

"— Mesma resposta de antes. Existem prós e contras em tudo. Nós só temos que pesá-los da melhor forma. Quer dizer,  você por acaso vai tentar me dizer que a vida não é assim? Que, se eu não consigo ter tudo perfeito, então tem algo de errado comigo?"
 

Rose é uma pessoa nova nesse livro. Muito mais madura depois do que passou no final do ano anterior, agora ela enxerga com clareza seu papel de guardiã e está decidida a não cometer mais erros. No entanto, seu humor está sombrio, o que acaba contribuindo para que sua impulsividade não seja bem controlada. Algo que continuou me incomodando sobre ela é o fato de esconder tanto as coisas, querer guardar tudo para si mesma. Ela tem uma melhor amiga maravilhosa, mas não se abre com ela, e não entendo o porquê disso. Além disso, seus sentimentos por Dimitri continuam a crescer e ela sabe que pode confiar nele, mas nem mesmo com ele se sente à vontade para compartilhar seus segredos. E às vezes são coisas bobas, ou coisas que seriam mais fáceis se ela tivesse ajuda. Dimitri ainda é um cara incrível e ele começa a mostrar mais seu lado afetuoso nesse livro. Entendo perfeitamente porque ela se apaixonou por ele, não tem como resistir. 😍 Lissa ainda manteve-se afastada dos acontecimentos, mas isso se deve mais ao fato de Rose não compartilhar as coisas com ela do que por ela querer. Fiquei feliz porque ela entrou na fase do namoro com Christian em que aprendeu a viver normalmente, sem ficar grudada nele como se tivessem se tornado um só. Ela deu muito mais brechas para Rose ficar próxima. Christian é um Moroi por quem Rose nutre sentimentos mistos, mas sem dúvida ele fez muito bem para Lissa e é uma boa pessoa, alguém em quem se pode confiar. E Adrian está ainda mais presente, já que resolveu ir para a São Vladimir estudar o espírito com Lissa. É interessante conhecer um pouco mais sobre ele, que, apesar de ser sarcástico e muitas vezes irritante, também pode ser divertido e alguém de grande ajuda.

"— Isso, é isso mesmo... a escuridão na aura dela foi embora, direto para a sua. Eu já tinha percebido que vocês tinham uma grande diferença de auras, mas dessa vez eu vi acontecer. Era como se aquela mancha de sombras fosse dela direto para você."

De um modo geral, esses livros possuem um enredo aceleradíssimo, que fazem com que eu queira ficar lendo sem parar. Muitas coisas acontecem em poucas páginas e é assustador ver quanto as coisas mudam do início ao fim do livro. Nós começamos a compreender melhor o funcionamento do laço entre Lissa e Rose, algo intrigante desde o primeiro volume, e sobre o espírito. Situações importantes ocorrem, decisivas até, que mudam completamente o rumo da história. O livro é recheado de ação, romance, drama, enfim, tem de tudo um pouco para agradar a vários públicos.

A narrativa é sempre em primeira pessoa, assim como os anteriores, pelo ponto de vista de Rose. A diagramação está ótima, seguindo o padrão do restante da série, com fontes agradáveis para a leitura, páginas amareladas e os capítulos são bem definidos, apesar de não ter nenhum detalhe especial. A revisão está muito boa, encontrei poucos erros de digitação durante a leitura. Continuo não simpatizando com as capas dessa série, que mostram só o rosto da garota. Primeiro, porque não curto capas assim; e segundo, porque acho que essa modelo não combina com a personagem. Acho que poderiam ter sido muito mais criativos em relação a isso.

Por fim, se você ainda não leu esses livros e é um gênero do seu agrado, recomendo muito que leia. Eu já conclui a primeira metade da série e cada um que termino me deixa ainda mais louca para ler o próximo. O final desse foi um choque e me deixou bem abalada. Ao mesmo tempo que queria saber logo o que vai acontecer, achei melhor dar um tempo até pegar Promessa de Sangue, porque sei que vai destruir meu psicológico. haha Então, leia! Tenho certeza de que não vai se arrepender. 😊


logoblog