Cheiro de livro novo: Dom Quixote

tulo: Dom Quixote - O Cavaleiro da Triste Figura
Autor: Miguel de Cervantes
Páginas: 134
Editora: Scipione

Quinto livro da Maratona Literária #EuTôDeFérias! Já cheguei na metade do desafio e estou cada vez mais confiante de que conseguirei cumprir a meta! :D
Esse livro é um clássico e eu nem sei como nunca tinha lido até hoje. Meu namorado ganhou na época da escola, então peguei emprestado. Claro que essa é só uma adaptação do original, mas vale né? rs Tinha curiosidade de ler essa história, afinal quem nunca ouviu falar das aventuras de Dom Quixote? Então aproveitei a maratona e decidi lê-lo. Me surpreendi um pouco com a história, porque, sei lá... Não sei direito o que eu esperava. rs

Dom Quixano é um fidalgo que já passou dos cinquenta anos. É dono de algumas terras, mas sua riqueza está em decadência. Investe tudo o que ganha em sua enorme biblioteca e se perde no meio das histórias das antigas cavalarias andantes, que já não existem mais em sua época. Um dia, acaba se entregando à fantasia de que é um cavaleiro andante e que deve sair por aí em busca de aventuras. Encontra uma armadura velha para usar, arruma um pangaré (que acredita ser um garanhão) a quem passa a chamar de Rocinante, e muda seu nome para Dom Quixote de la Mancha. Além disso, como todo cavaleiro deve ter uma mulher com quem sonhar, opta por amar Dulcinéia de Toboso. Depois também consegue que Sancho Pança o acompanhe na jornada, como seu fiel escudeiro.
Dom Quixote é um homem com a imaginação muito fértil e é considerado louco por todos que cruzam seu caminho, inclusive por seus amigos quando sai sem aviso de casa. Já Sancho Pança não enxerga o mundo da mesma maneira que seu senhor, mas ainda assim o acompanha nas loucuras, na expectativa de que as promessas que Dom Quixote lhe fez sejam cumpridas. Enquanto Dom Quixote vê gigantes e resolve lutar contra eles, Sancho Pança consegue ver que são apenas moinhos.

"Entre um povo de raras leituras, como era o de sua aldeia, causava espanto e admiração aquela voracidade com que comprava e consumia livros e mais livros. E o mais intrigante era que toda sua biblioteca só abrigava livros sobre as aventuras da cavalaria andante, na época coisa do passado."

Para quem nunca leu, vou acabar revelando um pouco do enredo, mas não é nada de mais. A história basicamente se passa com o "cavaleiro e seu escudeiro" em busca de aventuras, mas devido à grande imaginação de Dom Quixote, eles se metem em muitos problemas. Conhecem muitas pessoas diferentes, pessoas legais e outras nem tanto. Muitas aventuras dão errado e algumas dão certo. Dom Quixote acha que tudo o que acontece de estranho é causado por um cruel feiticeiro que quer fazê-lo sofrer. Enquanto isso, os amigos dele tentam arrumar uma maneira de trazê-lo de volta para casa, aonde estará mais seguro, para talvez recuperar a sanidade.

"Aqueles que estavam ali para se divertir à sua custa começaram a pensar que muitas vezes a falta de cultura e de maneiras não quer dizer que falte critério e espírito de justiça."

No início a história não estava me agradando muito. Achei Dom Quixote completamente pirado e não entendia por que Sancho Pança continuava aceitando tão bem as loucuras dele. Também estava achando o enredo um tanto repetitivo. Mas quando já estava na metade comecei a enxergar o livro de uma forma melhor e não achei ruim, só é diferente. rs Já estava querendo chegar logo no final para saber como as coisas terminariam para o nosso herói. Gostei de conhecer essa história tão famosa e me surpreendi com alguns detalhes que não sabia. ;)



Maratona:
Primeiro livro: Os contos de Beedle, o bardo
Segundo livro: O lado bom da vida
Terceiro livro: Morte nas nuvens
Quarto livro: Feed - conexão total
logoblog