Cheiro de livro novo: Princesa Adormecida

Princesa Adormecida
Título: Princesa Adormecida
Autora: Paula Pimenta
Páginas: 189
Editora: Galera Record
Série: Princesas Modernas
Próximo: Cinderela Pop
Avaliação: 5/5

Olá leitores! Hoje trago a resenha do meu escolhido para o quarto e último desafio do Projeto Lendo Nacionais, um livro que todo mundo leu, menos eu. A Paula Pimenta é uma autora nacional bem famosa e parece que todo mundo já leu, ou pelo menos ouviu falar, desse livro ou algum dos outros dois da série Princesas Modernas. Eu ganhei esse livro em um sorteio e ele já estava guardadinho na minha estante há uns dois anos. Essa foi a oportunidade perfeita de desencalhá-lo!

"— Rosa, como é estar apaixonada? (...)
— Não sei. Mas isso que eu estou sentindo é uma euforia louca que me dá vontade de sair dançando pelos corredores da escola... Mas ao mesmo tempo esconde uma tristeza sutil, que parece morar no lugar mais fundo do coração. E tudo isso me faz sorrir e chorar, por ser tão bom e tão dolorido ao mesmo tempo. Dá pra entender? (...)— Acho que sim. O amor deixa as pessoas loucas, é isso?"


Áurea acabou de sofrer uma super reviravolta em sua vida. Como se ela tivesse passado 16 anos dormindo e, de repente, acordasse em uma nova realidade. Uma família diferente, uma vida nova e uma história inesperada. Parece um conto de fadas, certo? Mas não foi exatamente o beijo do príncipe encantado que a despertou.

Os problemas começaram quando ainda era um bebê. Após sofrer uma tentativa de sequestro, sua família precisou tomar atitudes drásticas para preservar sua segurança, o que resultou em ter que ir morar com seus três tios no Brasil aos cinco anos e perder todo o contato com os pais e avós. Com o passar dos anos, ela começou a pensar que as lembranças que tinha da época eram apenas fantasias de sua imaginação infantil misturadas com as historinhas contadas pelos tios. Ela jamais poderia pensar que sofria um risco real.

"Dizem que as lembranças dos nossos primeiros anos de vida são mesmo meio nebulosas. Não dá para saber se são verdadeiras ou se aquelas imagens foram criadas a partir de histórias que nos contaram ou de fotos que vimos... Usamos essas informações como se elas fossem parte da nossa própria memória."

Anna Rosa, como passou a ser chamada, não estava totalmente satisfeita com a vida que levava, apesar de sempre ter sido feliz. Era mimada pelos tios, estudava em um colégio interno apenas para garotas, tinha muitas amigas. Bonita e inteligente, tinha diversos talentos e qualidades. Mas seus tios a mantinham presa demais, e tudo que ela queria era ter uma vida de adolescente normal, poder sair com as amigas, se divertir e, quem sabe, conhecer algum garoto legal. Infelizmente, eles eram super protetores e não permitiam que ela saísse sem supervisão. Então sua vida consistia em escola e casa. Mas, com 16 anos, ela passou a desejar mais do que isso. Já estava na hora de ter um pouco mais de liberdade, não?

"— (...) De tanto viver enclausurada, você criou um mundo paralelo na sua imaginação e acha que a vida é um livro de princesas. Pois saiba que a realidade é diferente. Não existem príncipes destinados para nós desde o nascimento, nem bruxas malvadas, muito menos fadinhas para realizarem nossos sonhos. Na vida real, são os amigos que nos ajudam a conseguir o que queremos. Que nos dão força. Que salvam nossa pele nas épocas difíceis. É uma pena que você não saiba disso."

Em meio às aventuras da adolescência, Rosa acaba recebendo uma mensagem no celular, de um garoto desconhecido. Mesmo sabendo dos riscos de revelar informações para uma pessoa em quem ela não sabe se pode confiar, decide manter a conversa e se entrega de cabeça em uma paixão proibida, contrariando a ordem dos tios. Seu primeiro amor é o misterioso Phil, um rapaz educado, fofo e que a enche de elogios. Será que ele é o príncipe encantado com quem sempre sonhou? Ou ele só irá trazer mais problemas?

"Eu tinha me apaixonado pelo Phil não apenas por causa dos elogios que ele me fazia. Eu gostava do jeito dele. Da voz. Da risada. De quando ele me contava sobre o seu dia a dia. Do seu amor pelos animais. E do jeito que ele me tratava também, claro."


Áurea (ou Rosa) é uma garota inteligente, fofa e ingênua. Ela não é uma daquelas personagens adolescentes chatas que fazem um monte de coisas sem noção e deixam o leitor sem compreender suas atitudes. Ela é madura e responsável, mas não conhece nada do mundo e está querendo descobrir um pouco mais. Me identifiquei com ela rapidamente e realmente pude entender todos os motivos que a moviam. Phil é misterioso e um verdadeiro sonho de garoto! Acho que todas que lerem vão querer um desconhecido desses na sua vida. rsrs Ele é fofo, simpático e romântico. ❤ Os tios de Rosa são muito legais e bem divertidos, cuidam dela como se fosse filha deles, mas a protegem demais de tudo. Sei que tem um bom motivo para isso, mas é totalmente compreensível que uma adolescente não toleraria isso por muito mais tempo. Adorei também as amigas de Rosa, em especial a Clara, mesmo que tenham atitudes um pouco precipitadas, afinal, são adolescentes. Me fizeram sentir saudades de quando vivia grudada nas minhas amigas na escola...

Como esse livro é uma releitura moderna de A Bela Adormecida, a sinopse me fez ter uma ideia totalmente diferente do que esperar da história. Eu achei que seria fantasia, que a protagonista tinha realmente dormido por anos, sonhado com uma outra vida e então acordado e se deparado com um mundo novo. Mas não é nada disso. A história se passa no mundo real, Áurea tem uma vida real, apenas foi manipulada pela família. Quando ela descobre todos os segredos escondidos dela é que a vida se transforma completamente. Eu gostei muito da forma como o enredo se desenvolveu, porque torna o romance algo mais crível também. A autora criou uma história bem construída, que me prendeu logo no início e me deixou muito curiosa para saber como se resolveria. O livro me lembrou um pouquinho O Diário da Princesa, mas só em alguns detalhes.

"Quando o coração está inquieto, a cabeça dificilmente consegue se concentrar." 

Um ponto que gostaria de destacar é a abordagem da Paula sobre a facilidade com que pessoas desconhecidas podem ter acesso às nossas informações. De forma bem leve, ela levantou a reflexão sobre os perigos de confiar em alguém que entra em contato através do telefone ou de alguma rede social e da forma como podemos nos envolver. Phil poderia ser o cara que dizia, ou um pedófilo, um sequestrador, ou alguém completamente diferente do que aparentava. Como saber o que é verdade ou não quando não podemos nem ver quem está escrevendo? Que perigos isso pode trazer para uma pessoa ingênua demais? Com o livro, ela acabou deixando o conselho para crianças e adolescentes de uma geração que tem muita facilidade em ter contato com estranhos. Achei isso muito legal e muito importante.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Áurea, e a leitura é extremamente gostosa, leve e viciante. Também temos acesso aos balões de bate-papo dela com o Phil, assim como algumas notícias de jornais, bilhetes, cartas, etc. Essas partes tornam a leitura mais rápida e dinâmica, além de tornar o livro mais divertido. 
A diagramação está excelente. As fontes usadas são ótimas, as páginas são amareladas, as folhas são grossas (o que faz o livro parecer maior do que é, mas leve) e todos os detalhes estão lindos. Não encontrei nenhum erro de revisão também. A capa, que parece um quadro, ficou linda, romântica e tem um ar bem sonhador, combina totalmente com a história. A editora está de parabéns com esse livro, ficou perfeito. 💖

Detalhes super fofos <3
A história é clichê? Sim. O romance é óbvio? É. Mas a história é linda! É impossível não lembrar um pouquinho da nossa própria adolescência, não se apaixonar pelo romance entre a Rosa e o Phil, e não torcer para que o final de tudo seja feliz. A autora conseguiu criar uma história encantadora, e mesmo que você não seja muito fã de romance teen, desde que goste um pouco de romance, vai conseguir se encantar com esse livro também.
E agora estou muito curiosa para ler o segundo da série, Cinderela Pop, mesmo que não seja uma continuação, porque a Cintia tem uma participação bem especial nesse primeiro livro e me deixou intrigada para conhecer seu conto de fadas também. 😍



Veja também: