Projeto Lendo Nacionais!


Olá galerinha! Fevereiro está com tudo e nada melhor do que uma boa maratona literária para aproveitar o mês do Carnaval, não concordam? Eu já estava procurando algum desafio de leitura desde o final do ano passado, para tentar dar uma adiantada no monte de livros que tenho para ler, mas não achava nenhum que se enquadrava no meu gosto. Até que o Você é tão Livro, blog e canal que é nosso parceiro, juntamente com mais outros três canais, resolveu lançar esse projeto literário e eu adorei a ideia! E ainda consegui convencer a Isabela a participar também. haha Então vamos saber mais sobre o projeto?

Projeto Lendo Nacionais tem a finalidade de incentivar mais e mais pessoas a lerem livros de autores brasileiros, pois nosso país possui muitos talentos e não têm sua devida atenção.

Quando acontece?
Do dia 17 de fevereiro até o dia 18 de março.

Desafios:
1 - Um livro cujo título te deixe curioso para ler
2 - Um livro de um gênero que você nunca leu ou pouco lê
3 - Um livro de um autor que você não conhece ou leu pouco
4 - Um livro que você acha que todo mundo já leu, menos você

Para participar, basta preencher o formulário de inscrição (clicando aqui) até o dia 16/02. Participe também do evento no facebook, onde estão rolando várias interações e sorteios. Quem participar do Projeto também estará concorrendo a três livros: Perdida, O Garoto do Cachecol Vermelho e Vida de Estrela 1.

Para saber mais, vocês podem acessar os vídeos dos desafios nos canais organizadores:

Agora que vocês já sabem do que se trata e como participar, querem saber quais livros foram os escolhidos pela Isabela e por mim? Então vamos lá! 📖 📖

Primeiro desafio: um título que te deixe curioso para ler

Priscila: Meu escolhido para o primeiro desafio foi A Máscara do Rei, da nossa parceira Francine Cândido. A Isabela já leu esse livro e amou. Eu estou super curiosa para ler há algum tempo e ele encaixou perfeitamente nesse desafio, porque esse título me mata de curiosidade. Qual é a dessa máscara afinal? haha

Sinopse: Um país talhado à espada chega ao ápice de uma guerra dinástica. Dois reinos disputam pelo controle da cidade sagrada, mas sua sede por poder levará todos à descobrir que o caminho é mais obscuro do que se imaginava. Da guerra se construiu um império, das cinzas e do sangue se forjou um rei. Na teia da mortalidade, jogar é a única forma de sobreviver, pois nem todas as peças permanecem inteiras no fim.
Um rei que não quer guerra, mas tem de ir para ela. Um rei que quer destruir todos os seus inimigos, por pura glória e rancor. Um príncipe que precisa lutar pela sobrevivência.


Isabela: Efeito Dominó é um thriller psicológico de uma de nossas autores parceiras, a Alana Gabriela, e já faz tempo que tenho vontade de lê-lo, porque além de gostar muito do gênero, acho o seu título bastante intrigante. A Priscila já leu e resenhou ele aqui no blog, mas a autora fez algumas modificações na obra desde que isso aconteceu, então também estou curiosa para saber se terei impressões muito diferentes da dela.

Sinopse: "É melhor ser enganado do que não confiar."
Um assassinato. Um caso sem suspeitos... Uma testemunha ocular misteriosa.
Após a morte de sua mãe, Helena, em um passeio à Saquarema, Cora se vê solitária e desestabilizada pela perda do pilar de sua vida. Reclusa, a garota se torna relapsa e instável e a relação com seu pai bem como com a maioria das pessoas a sua volta fica cada vez mais distante e frágil. Sua vida caótica vira do avesso quando presencia uma tentativa de homicídio que põe a vida de Lucas, seu amigo, em perigo. No processo, Cora é feita refém de um criminoso enigmático que está disposto a tudo para trazer à luz todos os segredos que rodeiam a morte de Helena. Ela só precisa decidir entrar no jogo.
Entre mentiras, assassinatos e segredos perigosos, Cora se vê num impasse pelo qual lado se aliar. Ela precisa decidir qual segredo é digno do silêncio e se estará pronta para desencadear o efeito dominó.


Segundo desafio: um gênero que você nunca leu ou pouco lê

Priscila: Eu nunca li nenhum livro de terror, no máximo um conto, então resolvi me desafiar de verdade a passar medo com Dominus Mortuorum, do Décio Gomes.

Sinopse: Jullian Bergamo é um padre missionário que realiza trabalhos para a igreja católica. Mas não um padre comum. Ele é um venator: um membro da igreja especialmente treinado para caçar e eliminar demônios. Após ser transferido de sua antiga comunidade para a cidadezinha de Willinghill, Jullian depara-se com um caso singular: pessoas mortas levantando-se de suas tumbas e vagando livres pela cidade. Logo ele conhece a origem do problema: o Mormo, um terrível demônio necromante que possui cadáveres e os transforma em violentos mortos-vivos. Munido com sua fé e coragem, o jovem padre enfrentará um dos casos mais marcantes de sua trajetória como venator: eliminar o Mormo, enquanto tenta sobreviver às hordas de mortos-vivos que farão de tudo para devorar cada pedaço de sua carne.


Isabela: Esse desafio foi particularmente difícil para mim, pois leio muitos livros de diferentes gêneros. Eu não leio apenas eróticos, terror (apesar de já ter lido alguns desses gêneros) e fantasias que envolvem anjos. Não consigo engolir essa ideia romântica que muitos autores fazem a respeito desses seres celestiais. Mas, como ao ler a sinopse desse livro me pareceu que ele não envolveria romance entre um ser humano e um anjo, resolvi dar uma chance ao gênero e escolhi Jogando Xadrez com os Anjos da Fabiane Ribeiro

Sinopse: Inglaterra, 1947. A Europa encontra-se devastada pela Segunda Guerra Mundial, assim como o coração de Anny. A garota de oito anos vê seu mundo desmoronar ao receber a notícia de que não poderá mais viver com os pais e terá que se mudar de casa levando pouco mais que seu tabuleiro de xadrez. Tudo parecia um pesadelo, até que surge Pepeu, um jovem misterioso que mudará para sempre a vida de Anny, levando-a a aprender sobre o mundo e a viver momentos emocionantes sem sair dos canteiros de seu pequeno jardim. Ao lado de anjos que são colocados em sua jornada, a doce menina aprende a enfrentar as dificuldades através de lições de abnegação, fé e amor verdadeiro.


Terceiro desafio: um autor que você não conhece

Priscila: A Herdeira é um livro da Editora Sinna, que é nossa parceira esse ano, e foi escrito pela Katerine Grinaldi, uma autora que eu não conheço.

Sinopse: Criada em um pequeno bairro chamado Forecast, Kate West nunca foi uma garota exatamente normal. Determinada, com segredos e um medo absurdo de se apaixonar, ela conseguia viver bem tendo apenas relacionamentos passageiros, os quais chama de R.A., mas a sua vida está prestes a mudar quando sua avó, já falecida há quatorze anos, lhe envia uma mensagem. 
“Sua herança vai chegar. Aceite a mudança quando 21 primaveras completar”. 
Curiosa, Kate tentará descobrir o que precisa aceitar, porém uma herança nem sempre é o que se imagina. 
Em meio a rotina da faculdade, a chegada de um novo aluno e o misterioso homem de olhos azuis que sempre a salva nos pesadelos, Kate terá que lidar com os perigos que surgirão no caminho. 
Descobrir a sua herança não será uma opção.

Isabela: Nildrien é um fantasia medieval de um de nossos parceiros, Manoel Batista, e será meu primeiro contato com o trabalho desse autor. A Priscila já resenhou o livro aqui no blog, mas eu ainda não havia tido a oportunidade de lê-lo.

Sinopse: Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.

Quarto desafio: todo mundo já leu, menos você

Priscila: Escolhi Princesa Adormecida, porque os livros da Paula Pimenta são bem famosos e todo mundo fala bem. Esse estava encalhado na minha estante há uns dois anos, então acho que é o momento perfeito para lê-lo. rsrs

Sinopse: Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. 
Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. 
Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida.
Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única.
Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...


Isabela: a Kate Willians é parceira do blog e já tem bastante tempo que eu quero ler Hunter. E, sempre que vejo uma resenha ou um blogueiro indicando ele para alguém fico com mais vontade ainda de lê-lo. Parece que todo mundo já leu, menos eu! Então, chegou a hora de dar um fim a isso. rs

Sinopse:Não existem heróis, tampouco vilões.
Por trás de atos raivosos e atrocidades tenebrosas, há sempre uma verdade triste. Ninguém consegue mascarar a maldade que há dentro de si, por muito tempo. Hunter, O caçador de monstros, conta a história de Nicholas Blanco - um adolescente comum, com objetivos comuns e aparência mais comum ainda - que se depara com uma verdade surpreendente sobre seu passado e a confirmação que pode ser e fazer muito mais do que o que sempre imaginou para o seu futuro. Conta também a história de Ramon Blake, um jovem caçador no passado, que teve o amor de sua vida brutalmente arrancado de si e se deixou dominar pela dor e pelo ódio. Essa é uma história sobre caçadores que descobrem ser tão ou mais horríveis que as próprias criaturas que caçam.


É isso galera, essas foram as nossas escolhas! Estou bem animada para começar e espero dar conta de terminar todos os quatro. E vocês, vão participar?