Livros *----* A Bandeja


A Bandeja. Série Despertar #1. Autora: Lycia Barros. Editora: Arqueiro. Páginas: 240.

Esse foi o quarto livro do #ClubeDoLivro da minha igreja. Já tinha lido um livro da Lycia Barros, A Garota do Outro Lado da Rua, que é um livro mais teen, mas apesar dos dois serem romances, a temática é bem diferente, esse é um livro que tem um conteúdo claramente cristão.

Angelina é uma jovem de 18 anos que está prestes a viver uma grande mudança em sua vida, ela passou para a universidade e terá que deixar seus pais na cidade de Petrópolis, onde nasceu e morar em uma república no Rio de Janeiro. Ela está super animada, mas essa animação logo se esvai quando ela descobre que sua colega de quarto, Michele, é uma garota bem diferente dela, adora farra e festas; Além disso, seus professores não parecem muito interessados em ensinar.

Tudo muda quando ela esbarra em Rico, um rapaz muito bonito e charmoso. Acontece que Rico é seu professor, o que por si só já faz um possível relacionamento não ser nada ético. E, ele não vive de acordo com os princípios morais de Angelina, que recebeu uma educação cristã. Mas, apaixonada, ela decide ignorar todas essas coisas quando percebe que Rico retribui o sentimento, então, rapidamente o relacionamento deles começa a evoluir e ela se entrega totalmente ao seu amado. 

No meio de tantos sentimentos intensos, Angelina começa a ter sonhos, neles ela vê uma escada e lindos anjos lhe oferecendo bandejas com alguns objetos em cima, mas quando ela aceita, eles se transformam em feras e correm para a floresta. Sem entender se esses sonhos teriam algum significado, ela continua a viver a sua paixão...

"— O tipo de ligação que vocês tiveram os torna um só, por isso Deus nos recomenda que seja preservada até o casamento. É como se você... colasse duas folhas de frente e depois de algum tempo, quando tenta separá-las, pedaços de uma ficam grudadas na outra. Na verdade, o ideal é que não se desgrudem nunca mais, e sim permaneçam juntas."

Em A Bandeja acontece aqueles romances super rápidos, Angelina viu Rico, se apaixonou e uma semana depois já estava amando e confiando cegamente nele, é meio louco como as pessoas se entregam assim tão rápido. Mas, na verdade, isso é muito comum, acho que é por isso que vemos tantas pessoas feridas emocionalmente, as vezes até dá certo, mas as chances disso acontecer sempre são muito menores no mundo real. Acontece que muitas vezes esquecemos que nossas ações geram consequências com as quais teremos que lidar depois. Angelina era uma pessoa religiosa, mas não conhecia realmente o Deus de quem tanto já tinha ouvido falar, ela não tinha experimentado o amor de Deus e achava que ser certinha era o que precisava para ir pro céu, então, se ela cometesse um errinho de vez em quando não teria tanto problema, afina ela era quase uma santa!

Mas o cristianismo não funciona assim também... Felizmente ela tinha pessoas para lhe ajudar, o problema é que o pecado nós faz sentir envergonhados e é difícil pedir ajuda nesses momentos... O livro toca ainda em assuntos como perdão (tanto perdoar a si mesmo, quanto ao outros), fé, namoro, amizades, vida espiritual, drogas, relacionamentos, etc. #FicaaDica

"[...] Mas agora, vendo essas mudanças aqui em casa depois que começamos a orar, algo inusitado surgiu na minha vida: a esperança. Eu não tinha isso, sabe? Achava que nem tinha direito de pedir nada a Deus. Mas agora, testemunhando essa súbita mudança no relacionamento dos meus pais, começo a crer cada vez mais em como Deus pode ser real pra nós se acreditarmos n’Ele. Fico motivada a tentar “colocá-lO a par” de outras áreas da minha vida também."


Leia também:
logoblog