Em cartaz: Star Wars Episódio VIII - Os Últimos Jedi

Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi
Duração: 152 min
Direção: Rian Johnson
Estúdio: Lucasfilm
Distribuição: Walt Disney Studios
Gênero: Aventura, fantasia, ficção científica
Classificação: 12 anos
Elenco: Daisy Ridley (Rey), John Boyega (Finn), Adam Driver (Kylo Ren), Carrie Fisher (Leia), Mark Hamill (Luke), Oscar Isaac (Poe)

No final do ano passado, fui ao cinema com alguns amigos e como estávamos todos curiosos para assistir ao mais novo longa de Star Wars, optamos por vê-lo logo.

Seguindo o acontecimento do final de O Despertar da Força, Rey está em Ahch-To, um planeta distante e isolado, para encontrar Luke Skywalker. Ela espera que ele possa ensiná-la a entender a Força, controlá-la e usá-la, para que possa ajudar a Aliança Rebelde. Mesmo que Luke inicialmente recuse veementemente essa ideia, ela está disposta a se dedicar e aprender o que for necessário sobre todas as coisas estranhas que ela tem sentido.


Enquanto isso, a Resistência batalha com a Primeira Ordem ao mesmo tempo em que abandonam sua base principal. Ao fugirem na velocidade da luz, porém, de alguma forma são perseguidos pelas naves da Primeira Ordem e ficam sem reação, já que seu combustível não durará muito e não tem ideia de como eles podem estar sendo seguidos.

Poe e Finn acabam tendo uma ideia perigosa, mas que pode salvar a Resistência. Com a ajuda de Rose, uma mecânica que conhecem, planejam tudo às escondidas e se metem em uma enorme confusão.

Kylo Ren está mais forte e decidido a seguir todas as ordens do Líder Supremo Snoke. Ele está disposto a qualquer coisa para conseguir por um fim na Aliança Rebelde e acredita que poderá fazer com que Rey se una a ele no lado negro da Força.


Desde O Despertar da Força, estava bem curiosa para entender o que os produtores estavam inventando com essa nova trilogia. Claro que esse novo filme não deixou nada explicado, mas pelo menos já começou a juntar as pontas soltas e preparar a base para o último.

Rey sempre foi um prodígio e nesse filme não foi diferente. Ela tem uma habilidade enorme de usar a Força mesmo sem nenhum treinamento, algo que nunca foi visto antes. Kylo Ren também é muito poderoso, mas sei lá, ele é um vilão que ainda não conseguiu me convencer. Muito esquentadinho, imaturo, não sabe direito o que quer. Às vezes parece que só foi para o lado negro para se tornar o rebelde da família e tentar ser um novo Darth Vader, o que está longe de conseguir. O Líder Snoke é alguém cercado por incógnitas e espero que algumas respostas sejam dadas antes do fim da trilogia. Poe é um personagem que ainda não conseguiu me agradar também, não sei bem por quê. Não o acho tão carismático quanto querem transmitir e algumas atitudes dele me irritam. Já o Finn é um personagem de quem gosto muito e queria que ele tivesse uma participação maior nos assuntos relacionados a Força, mas acho que não vai acontecer. Por fim, temos Rose, uma nova presença na história, uma pessoa muito divertida e que gostei de ver em ação. A presença de Luke e Leia é totalmente nostálgica. Eles tiveram papéis importantes nesse filme e fico imaginando como serão as coisas no próximo.


O enredo não é totalmente inovador. Na verdade, podemos notar diversas semelhanças com os filmes antigos. Para os fãs que adoram os filmes anteriores, esse não deixou nada a desejar. Para quem esperava algo mais revolucionário, talvez tenha ficado um pouco frustrado. Mas para mim, existiram várias coisas que foram surpreendentes e já fizeram o filme valer a pena. Aquele final então... Achei maravilhoso! Arrancou aplausos do público.

As cenas estão incríveis. A batalha no planeta Crait, com os contrastantes branco e vermelho, ficou lindíssima. Tudo foi muito bem feito, os efeitos especiais estão melhores do que nunca (ainda bem! haha), cada nova criatura que aparece e nova paisagem exibida nos faz desejar que fosse real.

Enfim, na minha opinião, o filme está ótimo. Ele teve tudo que quem gosta de Star Wars deseja, incluindo emoção, muita ação e batalhas épicas. Foi ótimo rever os personagens antigos e ver o desenvolvimento e crescimento dos novos. Agora é ficar aguardando pelo próximo e torcer para que ele tenha uma conclusão satisfatória e traga as respostas para tudo que queremos saber. E você, já assistiu?

Teaser:



Trailer:



Veja também:

Star Wars - O Despertar da Força
Rogue One
logoblog