Livros *----* Acho que Cresci

Acho que Cresci, Neiva Meriele
Título: Acho que Cresci. 
Autora: Neiva Meriele. 
Páginas: 240. 
Editora: Amazon. 
Avaliação: 4/5

A Neiva é parceira do blog e tem outros três romances publicados, que inclusive já foram resenhados aqui no blog.

Jennifer é uma adolescente de dezessete anos, está cursando o último ano do ensino médio e não vê a hora de completar 18 anos, entrar para a universidade (apesar de ainda não saber exatamente qual) e se tornar uma mulher independente. Mas, por enquanto ela está curtindo o último ano ao lado das suas cinco amigas inseparáveis: Merili, Raquel, Rita, Ingrid e Cláudia. Então, na véspera da volta às aulas, as seis se reúnem no Néon, um pub bem conceituado, que elas costumam frequentar.

"É estranho falar de nós seis como se fôssemos apenas uma, mas era exatamente assim que nos sentíamos. Compúnhamos um time de seis garotas, amigas, unidas e inseparáveis, tanto que já considerávamos como irmãs."

É quando Merili sugere uma aposta: até as férias de inverno todas deveriam estar desencalhadas e quem não cumprisse teria que escrever no status de todas as redes sociais "Sou uma encalhada infeliz" e deixar durante um mês. E, para a surpresa de Jennifer, todas as meninas topam entusiasmadíssimas com a ideia de estarem namorando em poucos meses. Então, ela acaba aceitando também, mesmo que contrariada. Na verdade, não faltam opções para Jennifer, mas ela não consegue esquecer do dono de certos olhos azuis que viu no Néon, apesar de não saber nada sobre ele. Com o decorrer do tempo cada um de suas amigas encontra alguém, e, como que por um ironia do destino, a única que havia ficado preocupada com a aposta, Jenni, continua encalhada.

"Era como se aquele sentimento sempre tivesse sido apenas nosso. Bastava uma troca de olhar, um sorriso, um gesto simples para que se confirmasse o quanto gostávamos um do outro."

Meio que sem querer, Jenni acaba conhecendo o dono dos lindos olhos azuis, mas nem tudo são flores, pois seu príncipe na verdade é um plebeu e seus pais não aceitam a diferença de classes. Mas, obviamente, isso não irá detê-la, ainda mais tendo pais tão ausentes, eles são advogados e viajam constantemente. Jennifer é uma garota mimada, filha única, muito imatura ainda e meio chatinha

Acho que Cresci tem uma pegada mais teen do que os outros livros da Neiva e eu sinceramente, adorei isso. Acredito que se voltar um pouco para o gênero infanto juvenil deu muito certo para a autora, porque combinou muito com a sua forma de escrever e se a Neiva quiser apostar nos teen's, ela vai ter muito sucesso. O enredo funcionou perfeitamente e foi fácil imaginar tudo o que era contado. Neiva abordou temas muito interessantes na obra, como amizade e pré-conceitos e foi muito divertido ver o crescimento e amadurecimento desse grupinho de meninas. Fiquei um pouco nostálgica, lembrando quando pensava que fazer 18 anos resolveria todos os meus problemas e de uma noite para a outra eu seria completamente independente, arrumar um namorado era a maior preocupação e tirar notas boas a coisa mais fácil desse mundo. haha
logoblog