FilmexLivro Eu Sou o Número 4

Eu Sou o Número Quatro
Data de lançamento 15 de abril de 2011 X Ano: 2011
Duração: 1h 49min  Páginas:352
Direção: D.J. Caruso X Autor: Pittacus Lore
Elenco: Alex Pettyfer, Timothy Olyphant, Teresa Palmer X Editora: Instrínseca.
Gêneros: Ficção científica, Ação
ATENÇÃO: Contém spoiler do livro e do filme!

Sinopse: Nove alienígenas fugiram do planeta Lorien, onde eram conhecidos por números, para se esconder na Terra. O objetivo era se esconder dos Mogadorians, inimigos que precisam eliminar todos eles - e na ordem certa - para que poderes especiais não possam ser usados contra eles no futuro. A caçada já começou e os números Um, Dois e Três já foram assassinados. O número Quatro vive disfarçado entre os humanos, como John Smith (Alex Pettyfer), ajudado por seu protetor Henri (Timothy Olyphant) na tranquila cidade de Paradise, em Ohio. Enquanto descobre seus novos poderes, Smith conhece a estudante Sarah Hart (Dianna Agron) e se apaixona por ela, colocando em risco a vida de ambos e o futuro de sua raça, porque o inimigo já o localizou. A sua sorte é que a número Seis (Teresa Palmer) também o encontrou e ela pode ajudar na batalha.

Eu já queria ler esse livro há muito tempo, tinha uma amiga minha que sempre falava bem dessa série. Mas eu estou com tantas séries inacabadas que costumo relutar um pouco para começar uma nova. Entretanto, um dia desses estava passando o filme na tevê a cabo e minha irmã começou a ver, então eu acabei vendo também e não teve jeito, tive que ler o livro. 

1) Qual foi seu preferido- o Filme ou o livro?
Até que o livro e o filme são bem parecidos, entretanto, eu gostei mais do livro (sempre). O livro explica melhor como foi a guerra em Lorien e fala bem mais sobre o planeta e os seus habitantes, inclusive a família de Quatro.


2)Quais foram as maiores diferenças encontradas?
Para começar, a forma como o Quatro descobre que o numero Três morreu é retratada de forma uma pouco diferente. No filme foi mais dramático, ele parecia estar sentindo muita dor e fez um alarde bem maior; Depois disso, ao chegar à Ohio, ele logo conhece a Sarah, mas não por que ela é chamada na diretoria por postar fotos sem permissão, como é mostrado no filme, mas porque a mãe dela foi a corretora que vendeu a casa ao Henri e lhe falou para procurá-lo na escola. Mas, ela continua tirando fotos.
Uma diferença significativa, mas entendível, foi a passagem de tempo, no filme as coisas aconteceram bem mais rápidas. Por exemplo, no livro se passam meses entre o incidente na casa onde o Henri é preso e o ataque dos morgadorianos na escola, eles nem chegam a ter um confronto direto com os morgadorianos naquela casa, já na adaptação os dois acontecimentos são em sequência e completamente ligados.
E, no livro, os morgadorianos só encontraram os mocinhos após um acidente numa festa na casa do Mark, quando Quatro salva Sarah e os cachorros do Mark de um incêndio e o vídeo cai na rede. Além disso, a morte do Henri acontece em momentos diferentes, essa foi a mudança que mais me incomodou, no livro ele morre na batalha final, após lutar lado a lado com o Quatro e a Seis. Aliás, a batalha pareceu muito mais penosa e até a Sarah, o Sam e o Mark mataram alguns inimigos. Sim, o Mark, ele não levou os morgadorianos até a escola, ele foi até lá junto com o Henri. E também tem a caixa Loric, o Henri abre a caixa junto com o Quatro algumas vezes e tira umas coisas bem úteis e interessantes de lá. Sem falar nos diversos momentos em que o Henri treina com o Quatro, para que ele aprenda a usar e controlar os seus legados.


2)Houveram mudanças relacionadas aos personagens?
O delegado, pai do Mark, não chegou a ter uma participação muito grande no livro e a número Seis parece ser muito mais poderosa no filme. Alem disso, eles mudaram um pouco os legados do Quatro e da Seis. No livro, a Seis pode ficar invisível e o Quatro é resistente a fogo e pode falar com animais. 
Outra diferença, foi a família do Sam. No livro ele mora com a mãe dele, já que o seu pai está desaparecido, mas ela nem aparece no filme. Porém, achei essa mudança assertiva, foi meio surreal a facilidade com que ele deixa a mãe para ir com o Quatro e a Seis no final do livro. Fez muito mais sentido não terem colocado a mãe dele no filme. 

3) O que achou da escolha dos atores?
Acredito que a escolha dos atores foi bastante acertada, como vi o filme primeiro, já imaginava os personagens como os atores, mas, não me recordo de ter lido nenhuma descrição muito discrepante com o que foi representado no filme. E gostei bastante da atuação deles também.

4)E o final?
O final foi igual, no livro e na adaptação, o que foi bem positivo e estou ansiosa pelas sequências, mas sinceramente não estou muito confiante em um segundo filme... Já tem um tempo considerável que o primeiro foi lançado e parece que não há nenhuma previsão para a uma continuação cinematográfica. :(




Caso queria responder a tag em seu blog, use o banner utilizado nessa publicação.
logoblog