Semana de Divulgação #3 A Verdadeira Morte


Hoje iremos ver um pouquinho de três contos da antologia: Milagres, Não se Mova e Imperfeição.

Milagres
Thiago repentinamente recebe uma ligação de seu pai, que ele ja não vê a alguns anos pedindo que fosse vê-lo no hospital, pois ele está doente e provavelmente não viverá por muito mais. Por um momento, Thiago fica sem saber o que fazer, ele deveria visitar o pai que o abandonou? Mas, se não for, será que conseguirá conviver com isso? E se for? Será que seu pai terá alguma justificativa para lhe oferecer? Será que algum dia ele poderá esquecer tudo o que aconteceu e chamar aquele homem de pai? 

"A verdade é que simplesmente não adianta lamentar a morte da Bezerra; ou o leite derramado. Pra falar a verdade, reclamar sobre qualquer coisa é inútil, uma grande perda de tempo, mas as pessoas preferem reclamar pois é sempre muito fácil ficar reclamando sobre como algo não deu certo, ou como a vida não está sendo fácil, ao invés de agir."

Todas essas perguntas parecem muito improváveis e para a maioria delas ele não consegue evitar responder um sonoro não. Mas, a dúvida e o ressentimento estão lá a atormentá-lo. Talvez fosse mais fácil se houvesse mais tempo para decidir, perdoar, recomeçar. Mas essa não é uma opção no momento... 

Não se mova
"Não importa o quão velho você seja, você só precisa ser humano para se preocupar com o futuro. A única exceção é quando somos crianças, pois ao invés de nos preocuparmos, nós almejamos o futuro, normalmente sonhando com a idade tão sonhada. 16, 17 ou 18 anos, não importa: quando somos jovens queremos crescer rápido, mas depois que crescemos, é como se sonhássemos em parar de crescer e voltar a ser as tão sonhadoras crianças do passado."

Camilla completou dezesseis anos e está na sua festa de aniversário, em um salão alugado pela sua família. Mas se tem uma coisa que ela não está conseguindo fazer é curtir a sua festa, pois diversas duvidas começaram a pipocar na sua cabeça. Dúvidas sobre o futuro, suas expectativas, responsabilidades e etc. Ótimo dia para se ter uma crise existencial, não é mesmo?! Esse conto fala sobre crescer e amadurecer. 

"[…]enquanto a idade vem com o tempo, as coisas que conquistamos não. Elas podem vir com o tempo, mas apenas se houver luta, se houver esperança, se tiver garra! Essas coisas sim são coisas a serem comemoradas. A idade é só um número, não define o que fazemos nela."


Imperfeição
Jéssica é uma adolescente. Ela está no ensino médio e é completamente apaixonada por um carinha da sua sala chamado Arthur. Mas, quem disse que ela tem coragem de falar com ele?! Porém, ele acaba percebendo o interesse da menina e quando tudo parece que finalmente vai acontecer uma tragédia acontece.

"Sabia que estava sendo dramática, mas amar é pedir para fazer drama. Pode ser um amor platônico, um amor passageiro, um amor que não levará a nada, mas sentir aquilo não era normal."

Dessa vez Rennan nos leva a refletir sobre o grande "E se..". E se eu tivesse feito algo diferente naquele dia? E se...? É muito cruel como às vezes nos culpamos (ou culpamos alguém) por algo que não temos o menor controle.

Leia também:
logoblog