Livros *----* Coração Ardente

Coração Ardente. Bloodlines #4 Autora: Richelle Mead. Páginas:416. Editora: Seguinte.

Sidney finalmente se rendeu aos encantos de Adrian, mas o relacionamento deles é terminantemente proibido e ela tem tentado mantê-lo escondido do maior número de pessoas possível. Obviamente, Jill já sabe de tudo, mas por enquanto ela é a única. O maior complicador dessa tarefá é que agora Sidney divide seu quarto com sua irmã Zoe, que está trabalhando como alquimista junto com ela. Zoe está sempre no seu pé, lhe cobrando atenção e comprometimento com a causa alquimista. Ela tem as convicções alquimistas muitos arraigadas dentro de si e está desesperada por impressionar o seu pai. Assim como Sidney era há um tempo atrás.

"- Acho que a única coisa que me livrou do discurso foi quando disse que consegui permissão para ela praticar baliza sozinha no estacionamento da escola.
- Ah, sim, o caminho para o coração de uma mulher é o carro. Ouvi dizer que isso é tradição na família Sage."

Além disso, seus pais estão se divorciando e disputando pela guarda da Zoe. Então, as duas precisarão testemunhar e "escolher um lado". Seu pai quer a guarda para mantê-la na alquimia, já a sua mãe gostaria que a filha ficasse bem longe disso e tivesse uma vida normal. Posso me colocar no lugar dela e sentir a frustração por eles não deixarem que ela decida por si só. Sua vontade é de seguir os passos do pai. Sabemos por Sidney o quanto ela está iludida com essa vida, mas isso é algo que ela só irá entender quando viver. Sidney mais uma vez fica dividida, ela gostaria de defender a sua mãe, mas é tudo muito complicado, uma vez que estaria indo contra os alquimistas.

"[...]ela refletiu. — Ao mesmo tempo simples e infinitamente complexa. — Igual meu relacionamento com Adrian."

Outra coisa que Sidney assumiu de vez, foi seu compromisso com a magia. Ela aceitou se tornar parte do clã da sra. Terwilliger e continua a treinar suas habilidades mágicas. Ela está buscando entender melhor a relação entre a magia e o mundo vampiro e talvez tenha encontrado uma bruxa que possa ajudá-la nisso. 

Nesse livro o narrador se divide entre os pontos de vista de Adrian e Sidney e foi uma experiência bastante positiva. Adrian está cada dia mais apaixonado, mas, obviamente, ele não deixou de lado sua ironia e seu bom humor. Entretanto, ele tem estado cada dia mais perturbado pelo espírito e começa a questionar se deve ou não tomar remédios, como Lisa fez há um tempo atrás. Mas isso significa deixar a magia e perder a capacidade de ajudar outras pessoas com seu dom.

"[...] E isso — como Adrian, sempre sagaz, tinha notado — era o que mais me perturbava: minha incapacidade de arranjar uma solução imediata. Não era uma sensação que eu tinha com frequência."

Mas uma vez a história ficou bastante centrada em Adrian e Sidney, apesar de ainda termos ocasionais vislumbres dos outros personagens, quando sabemos como anda a vida deles. E, para não perder o costume, eles continuam trazendo muitas preocupações para Sidney. O desfecho foi muito angustiante e fiquei ainda mais apreensiva com a nota da autora no final do livro, que nos pediu paciência, pois disse que estamos no meio da série e a vida dos personagens iria ficar um pouquinho complicada. 😱😱😱 Medo!

"- Espere. Como assim, combinado? Desde quando uma declaração de amor significa que estou aceitando sua ideia?
- É a lógica de Adrian Ivashkov. Não tente entender, só se deixe levar."
Leia Também: