Cheiro de livro novo: Biblioteca de Almas

Título: Biblioteca de Almas
Autor: Ransom Riggs
Páginas: 412
Editora: Intrínseca
Série: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares #3
Próximo: Mapa dos Dias

Eu estava ansiosíssima para essa leitura, porque Cidade dos Etéreos terminou de uma forma envolvente e deixou um gancho extraordinário e desesperador para o volume seguinte. Essa série sem dúvida é uma que vou recomendar sempre e sempre, a cada livro eu me sinto mais conquistada pela história!

"Apenas uma história. Mas nunca era apenas uma história. Isso tinha se tornado uma das verdades definidoras da minha vida, pois por mais que eu tentasse manter as histórias aplanadas, bidimensionais, presas em papel e tinta, sempre haveria aquelas que se recusavam a ficar restritas ao interior dos livros. Eu sabia: uma história tinha engolido toda a minha vida."

Jacob passou a explorar cada vez mais sua habilidade em detectar os etéreos e prever seus movimentos. Não que ele fique feliz em fazer isso, mas as circunstâncias o obrigam a aprender na prática. Logo ele descobre que isso é somente o básico do que consegue fazer e com o florescer da sua peculiaridade, percebe que pode tornar-se imbatível.

"Sou cauteloso por natureza, um planejador, (...) e toda aquela experiência, desde o momento em que me aventurei na casca abandonada da casa da srta. Peregrine até então, tinha sido uma longa queda livre no vazio. Para sobreviver, eu tinha que me transformar em uma nova pessoa, alguém flexível, seguro e corajoso. Alguém de quem meu avô ficaria orgulhoso. Mas minha transformação não havia sido total. Esse novo Jacob nascera a partir do antigo, e eu ainda tinha muitos momentos de pavor absoluto, além de (...) querer que o mundo parasse de girar para que eu pudesse apenas relaxar por alguns minutos."

Com os amigos sequestrados pelos acólitos, todas as ymbrynes capturadas, sem ter a quem recorrer e com um etéreo em sua cola, Jacob e Emma não veem escolha a não ser partir no rastro dos inimigos. Por sorte, conseguem a ajuda de Addison, o cão falante que tem um faro impecável para procurar por peculiares. Além disso, estando na atualidade, Emma e Addison não tem muito tempo de vida. É hora de partir para a misteriosa e assustadora fenda onde os acólitos criaram sua fortaleza, o Recanto do Demônio.

"O problema com o limite entre a imprudência e a burrice extrema é que você normalmente não sabe de que lado está até ser tarde demais."

O Recanto do Demônio é uma das mais antigas fendas ainda existentes, mas é também, como o próprio nome já diz, um dos piores lugares do espaço-tempo para se estar. É considerada uma fenda da punição, ou seja, aqueles peculiares perigosos, sem escrúpulos, que são banidos da existência em sociedade, encontram nela seu lar. E é para lá que as crianças se dirigem agora.

"— Um oportunista disfarçado de amigo pode ser tão perigoso quanto um inimigo declarado."

Nossos heróis precisarão enfrentar medos que jamais imaginaram e criar forças para seguir em frente, pois caso não tenham sucesso em sua jornada, todo o mundo peculiar será destruído. É uma responsabilidade enorme, em um ambiente onde ninguém é confiável, mas são os únicos que podem agir nesse momento. Será que enfim conseguirão encerrar a história de terror que os acólitos criaram? Se não, morrerão tentando.

"— (...) Em épocas anteriores aos etéreos, os talentos de peculiares com almas semelhantes à dele se manifestavam de outro modo. Dizem que na Biblioteca de Almas trabalhavam pessoas que liam almas de peculiares como se fossem livros. Se esses bibliotecários estivessem vivos hoje, talvez fossem como ele."

Jacob amadureceu absurdamente ao longo desses livros. Nem lembro mais como ele era antes de descobrir a peculiaridade. Ele nem percebe o tamanho da coragem que tem (só às vezes), as crianças peculiares se tornaram uma família para ele, o que faz com que arrisque tudo para trazê-los de volta. Emma também evoluiu bastante, se abriu mais para o mundo. Ela já era a mais responsável do grupo, mas agora seu papel de líder está sendo essencial. O destaque desse livro fica para eles dois, já que não sobrou mais ninguém, além de Addison. Mas tenho que dizer que outra pessoa teve novamente destaque: Abe, o avô de Jacob. Com as revelações do passado, conhecemos mais sobre esse personagem, que é tão importante para a história quanto nosso protagonista, já que graças a ele Jacob chegou onde está.

Esse livro é maravilhoso! A cada volume fui ficando mais e mais encantada pelo mundo fantástico criado pelo autor. Dessa vez ele nos joga bem dentro de uma parte do mundo peculiar que nem as crianças sabiam que existia, e nos traz revelações bombásticas. Ver o Jacob evoluindo suas habilidades e descobrindo porque é tão importante, dá uma satisfação enorme! E as fotos continuam sendo uma particularidade da história que acrescentam muito no enredo.

"— Sinto saudade de meu avô todos os dias, mas um amigo muito inteligente uma vez me disse que tudo acontece por uma razão. Se eu não o tivesse perdido, bem, eu nunca teria conhecido vocês. Então acho que tive que perder uma parte da minha família para encontrar outra. Enfim, é assim que me sinto com vocês. Como família. Como um de vocês."

A narrativa continua sendo toda em primeira pessoa, pelo ponto de vista do Jacob. A diagramação está impecável, como do anterior. Não tenho do que reclamar, somente elogios para esse livro lindo e cheio de detalhes.

Para concluir, fiquei extremamente satisfeita com a conclusão da trilogia. O autor conseguiu fazer algo que eu não estava conseguindo ver como seria possível, foi surpreendente e empolgante. Fico muito, muito feliz pela série não ser encerrada dessa forma e por ele ter decidido escrever mais dois livros, mesmo que o arco que se abriu no primeiro tenha sido concluído majestosamente. Agora estou novamente ansiosa para comprar os próximos e continuar a descobrir mais sobre esse mundo incrível! 😍

logoblog

Um comentário: