Livros *----* Laços


Título: Laços
Autora: Bianca Sousa
Páginas: 214
Editora: Independente


Laços é uma fantasia nacional, publicada pela Bianca Sousa, parceira do blog. Eu adoro os livros dela e estava bastante animada para realizar a leitura.

Lívia é vampira desde que nasceu. Entretanto, ela cresceu e se desenvolveu como se fosse humana. Ao que tudo indica, a sua condição de vampira foi fruto de uma maldição. Ela não conhece os seus pais e a sua vida sempre foi limitada à torre em que vive, ao relacionamento odioso com Brianna, a bruxa que a aprisionou na torre, seu anseio por ser livre, a conexão com o príncipe de Corvina e os homens que seduz para obter prazer e sangue. Suas vitimas sobem a torre enfeitiçados pelo canto e beleza da donzela, mas o preço de tê-la é pago com sangue e com vida.

"Foi quando Lívia entendeu que o calor que aquela luz forte emitia era bonita, mas maldita. Queimava tão profundamente a sua carne que se tivesse alma, estaria chamuscada. Foi tórrido, sujo e cruel. Exatamente como era o mundo lá fora. Não era belo. Apenas aparentava ser. Exatamente como ela. Não era boa, nem humana. Apenas fingia ser. [...] Submersa em escuridão, Lívia sentiu alívio, encontrou aconchego, quase como se as trevas a abraçassem de volta. Naquele momento, a vampira soube qual era o seu lugar no mundo."

Mas, tudo começou há vinte e um anos atrás quando a rainha de Corvina procurou por Brianna desesperada, para que ela salvasse seu filho, que nasceu doente. Entretanto, nenhum dos feitiços e poções feitos pela bruxa é capaz de salvar a pequena criança, que continua a definhar. Brianna decide então tentar uma última medida, mas nem tudo sai como o planejado e as suas ações mudam todo o rumo do destino. Será ela capaz de consertar seus erros e cumprir o pacto feito com a rainha? Sua comunidade acha que não e acaba por exilá-la. Dividida entre a luz e a escuridão, ela não consegue decidir nem mesmo qual será o seu destino. Então, se vê só quando mais precisava de ajuda. 

"Se pudesse voltar ao passado para reescrever a própria história, Brianna o teria feito. Inclusive, procurou durante muito tempo um feitiço, poção, pacto, ritual que concedesse ta feito, mas nunca encontrara nada. Descobrira tardiamente que a vida era sim como um rio: seguia sempre em frente apesar dos percalços. Não tinha outra escolha senão seguir em frente também."

Desde que a rainha morreu, o rei Ferdinando começou uma temporada de caça às bruxas ou qualquer outro ser mágico que encontrasse. Então, não demoraram a surgir caçadores de recompensas. Filho de bruxa, Gabriel acabou por se tornar um caçador. Ele vive sobre o seu próprio código de conduta e sempre busca por trabalhos que o desafiem. Seu trabalho atual acaba por levá-lo ate Brianna e Lívia e ele não consegue se desvencilhar de todo o mistério que as envolve. Além de se perguntar se elas não tem alguma relação com a sua missão atual. Ele só não contava que se afeiçoaria à vampira da torre. Será o amor capaz de quebrar os laços do destino? 

"Por mais que fosse pago para fazer o que a maioria não tinha coragem, por mais que fizesse coisas que sabia que precisavam ser feitas, ele acaba se sujando também. Será que por matar tantos monstros - humanos ou não -, não acabara ele se tornando um?

O enredo criado por Bianca é muito bem construído e todas as pontas estão muito bem amarradas, como os laços que unem cada personagem. Pude perceber o crescimento e amadurecimento da autora nesse livro e sua preocupação com o desenvolvimento da história. A leitura é envolvente e é difícil escolher entre Brianna ou Lívia, já que ambas muitas vezes parecem ser tanto vítimas quanto vilãs. Elas são aquelas vilãs que nos cativam e nos fazem compreender o motivo de terem se tornado quem são. Eu confesso que não fiquei tão preocupada em escolher meu lado na história, decidi torcer por Gabriel ❤ e contra o rei Ferdinando, aceitando o desenrolar dos fatos e o que o destino (ou Bianca) reservaria para as duas personagens principais. Mas, toda essa disputa acabou por criar uma atmosfera sombria e eu me questionava se alguma delas conseguiria encontrar um final feliz.

"Não existem leis, somente três regras - sorriu irônica. -Nunca brinque com a vida, a morte e o destino. Principalmente se eles estiverem de mãos dadas com o amor. Esse laço é forte e inquebrável. Causa uma confusão... que você bem sabe!"

Já Felipe, o príncipe de Corvina, não me afeiçoou muito. Na verdade, eu me certificaria de manter distância dele... Mas daria para fazer um segundo livro baseado nele, o rei vampiro, talvez algo inspirado na história do conde Drácula. Fica a sugestão, Bianca. *-* Laços lembra um pouco a história de Rapunzel, e a autora realmente se inspirou no conto de fadas para escrevê-lo. Mas as semelhanças entres eles finalizam na donzela presa à torre, o desenrolar da trama é completamente original. Por fim, posso dizer que o livro superou as minhas expectativas. Esse é o segundo livro nacional de dark fantasy que leio esse ano e ambas as experiências foram muito positivas. Fiquei até tentada a procurar outras historias do gênero.

Mimos enviados pela autora ❤❤

Leia também:
logoblog