Livros *----* O Canto do Cisne

O Canto do Cisne. Autora: Bianca Souza. Páginas: 200. Publicação Independente. A Bianca é parceira do blog e eu conheci a sua escrita através de Eterna- O Som do Amor. O Canto do Cisne segue uma linha bem parecida, Bianca nos presenteia mais uma vez com uma história fluída e bem humorada, um romance gostoso e uma pitada de fantasia.

Elena é uma jovem atriz que sonha em atuar num grande espetáculo e ser reconhecida pelo seu talento. Ela canta, interpreta e dança muito bem e começa a ver que esse sonho pode estar próximo de se concretizar ao ser escolhida para estrelar uma releitura de um grande clássico do balé, O Lago do Cisne, como Odette, o cisne branco. Mas, também é nesse momento que a sua vida e a peça de ballet começam a se entrelaçar de uma forma um tanto quanto inusitada.

"As duas histórias, a do palco e a sua própria, desafiavam a lógica, a fé e o mal."

Tudo começa  com uma rivalidade entre Elena e Aline, a artista que interpretará o cisne negro. As duas não se dão bem desde o primeiro momento em que se encontraram no palco e não demora para que elas comecem a disputar o mesmo pretendente, Samuel, o ator escolhido para encenar o papel de Príncipe Siegfried. Mas, as coincidências não param por aí e tudo fica ainda mais louco quando Elena acorda numa manhã completamente transformada em um cisne branco. Nossa mocinha precisará encontrar uma forma de quebrar a maldição urgentemente ou não conseguirá participar dos ensaios da peça, pois ela só volta a ser humana ao pôr do sol. A única forma de quebrar a maldição é encontrando o amor verdadeiro. mas se isso fosse uma tarefa fácil, ela já teria encontrado!

"A sorte só acontece quando a preparação e a oportunidade se encontram."

Felizmente ela tem uma amiga maravilhosa para ajudá-la nesse empreitada. Lúcia é aquela amiga que todo mundo deveria ter, bem-humorada, fiel e pronta para qualquer parada, desde assistir um filme meloso até planejar um assalto a banco haha. Confusões não vão faltar para essas duas enfrentarem. Já Elena é uma mulher muito dramática, ciumenta e intensa. E, por isso vive muitos altos e baixos na sua vida afetiva, num momento está passando por uma paixão avassaladora e depois quando o relacionamento acaba, ela está se jogando no chão e chorando como se toda a sua vida tivesse ido ralo abaixo.

"-Porque a gente faz tanta merda, Elena? perguntou chorando.
-É para adubar a vida!
Lúcia riu mesmo chorando."

Temos ainda a chance de passarmos mais um tempinho com Angelique, personagem de Eterna- O Som do Amor, que é uma das diretoras do espetáculo e eu adorei a mistura dos mundos literários. Confesso que comecei o livro sem grandes pretensões, ando um pouco desanimada com romances, mas a Bianca me surpreendeu muito positivamente e foi uma leitura extremamente agradável. Ela me fez rir nos momentos mais inesperados e o final do livro foi super fofo. As vezes não enxergamos as coisas mais óbvias, ficamos procurando o príncipe encantado e esquecemos das pessoas que estão sempre ao nosso lado e nos amam, não é mesmo?! Sem contar em como deixamos a correria do dia a dia nos transformar em pessoas estressadas e irritadiças, quando tudo seria tão mais fácil se sorríssemos mais e nos preocupássemos um pouco menos, tornaria tudo mais leve. Sei que muitas vezes isso não é fácil, mas vale a pena.

"Se fosse fácil, não chamaria vida e, sim, miojo."
Veja Também: