Filme x Livro Cidades de Papel

Ano: 2013 X Lançamento: 9 de julho de 2015 
Páginas: 368 X Duração: 1h49min
Autor: John Green X Dirigido por: Jake Schreier
Editora: Intrínseca X Atores: Nat Wolff, Cara Delevingne, Justice Smith
Gênero: Aventura , Romance , Drama
Atenção, contém spoiler do livro e filme.

Sinopse: A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece – não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.

Nunca tinha me interessado muito por esse livro, mas depois que vi o trailer e e o meu namorado olhamos um pro outro e falamos: "temos que ler esse livro antes do filme entrar em cartaz" e assim fizemos. A grande verdade é que, desculpe as fãs do Green, mas nenhum dos dois (filme e livro) são muuito bons, eles são bem bobinhos. Confesso que esperava mais pela fama do obra...

Pra começar os atores não eram como eu estava imaginando, esperava um Radar mais alto e fortinho, um Ben mais cheinho (não sei pq haha) e uma Margô mais marcante, com mais personalidade, não gostei muito da atuação da Cara Delevingne e nem da dublagem, com aquela voz arrastada (Não me pergunte porque eu vi o filme dublado). Na minha opinião o personagem que mais ficou acertado foi o Quentim, apesar dele parecer sempre muito bobão, o físico foi exatamente o que eu imaginei (só a pronúncia do nome dele em português que é muito esquisita!) e a Angela, ela ficou perfeita no papel. Já a Lacey, eu acho que ficou boa também.

Agora vamos falar sobre as diferenças do roteiro. Pra começar, no filme, Margô procura o Q para ajudá-la em 9 coisas, quando no livro são onze. Fiquei muito frustrada por eles terem cortado justo a invasão ao Sea World, que na minha opinião foi o Gran Finale da noite! Além disso, Margo estava com o rosto todo pintado de preto quando invadiu o quarto de Quentim e isso não foi retratado no filme. Sem contar que houveram várias diferençadinhas na missões, como por exemplo que quem ligou pro pai da Becca foi o Q e não a Margo fazendo a voz disfarçada como representado no filme; E, no livro, foi o Q que escolheu o Chuck como vítima para perder uma das sobrancelhas, lhe dando a escolha de raspar a esquerda ou pintar a direita hahaha.

Além disso, no livro, no dia da formatura Quentim ganha uma minivan de presente dos pais e vai atrás de Margo com sua própria minivan, isso é engraçado no livro porque seus pais são meio tapados e acham que ele ama minivans porque tem usado muito ela pra procurar Margo. O final do filme também foi completamente diferente, eles mudaram o acidente de carro, a forma como encontram Margo, o momento em que isso aconteceu e até a viagem de carro, no livro a Angela não vai junto com eles. Mas, não sei de qual gostei mais, acho que ambos foram legais a sua maneira e gostei do enfoque que o filme deu ao relacionamento amoroso dos amigos do Q. Mas, queria que eles tivesse ido viajar de beca e sem nada por baixo, como no livro hahahaahha. É isso gente, não vou me aprofundar nas diferenças do final, pra não estragar todas as surpresas pra quem ainda não viu o filme ou leu o livro. Mas apesar delas, eu não saí da sala do cinema revoltada por terem mudado tudo, eles fizeram de um jeito que ficou legal também. Não são os melhores livro e adaptação da vida, mas são legais, são boas alternativas para passar o tempo. ;) #FicaaDica