Cheiro de livro novo: Memórias do Fantasma - Atormentado

Título: Memórias do Fantasma - Atormentado
Autor: Carlos Rodrigo
Páginas: 192
Editora: Selo Jovem

Esse foi o primeiro livro de autor parceiro do blog que eu li! :D Isabela me emprestou dois livros de autores parceiros e eu fiquei super empolgada por finalmente ter a chance de ler algumas obras deles. Peguei esse para começar, por ser bem pequeno e rápido de ler, além do autor ter sido o primeiro a fazer parceria com o blog. A Isabela tinha falado bem sobre o livro (leia a resenha dela aqui) e eu fiquei curiosa. Fiquei surpresa porque o autor é bem jovem (tinha apenas 15 anos quando publicou o livro!), o que é bastante difícil de encontrar, mas também é muito legal. 
Bem, vamos falar sobre a história então.

Arthur é um rapaz de 17 anos que tem um problema sério. Seus pais morreram em um incêndio alguns meses antes, então ele está tendo que aprender a viver sozinho. Arrumou um emprego, saiu do colégio e mora em um condomínio aonde quase ninguém gosta dele. Mas o maior problema dele é outro: seu pai se transformou em um fantasma horripilante, e vem o atormentado frequentemente, seja com pesadelos terríveis, seja com a própria presença e seu toque que causa queimaduras no filho. Arthur não entende como seu próprio pai, de quem foi tão amigo em vida e guarda tantas boas recordações, poderia ser capaz de fazer mal a ele.
Diariamente, Arthur acorda a vizinhança com seus gritos noturnos. As pessoas acham que ele é louco, mas ainda assim ele encontra amigos em seu prédio: Ágata, Mateus e Mirella. Seus amigos conhecem seu segredo e tentam ajudá-lo da melhor forma que podem, mas eles não têm muita ideia de como lidar com acontecimentos sobrenaturais, além de terem medo de que o fantasma também vá incomodá-los.

"Laura tinha algo de diferente. Arthur não tinha se interessado por nenhuma outra garota dessa forma. Ela com certeza não era qualquer uma. Poderia Arthur estar apaixonado?"

Enquanto isso, conhecemos Laura. Ela é uma garota de 17 anos, muito bonita, mas que deixou de ser humana após ter uma morte trágica, então faz de tudo para passar uma aparência de rebelde, na tentativa de manter as pessoas à distância. Apesar disso, está decidida a ter uma vida o mais normal possível. Dessa forma, acaba conhecendo Arthur. Ela não quer permitir que ninguém se aproxime demais e acabe descobrindo o que realmente é, mas percebe que talvez não consiga manter-se longe dele por muito tempo.
Na tentativa de acabar com seu sofrimento, Arthur e seus amigos se metem em muita confusão, e mexer com esses seres sobrenaturais pode ser perigoso. Arthur e Laura também acabam se conectando, mas com tantos segredos entre os dois talvez seja difícil construir uma relação sólida. Arthur só deseja conseguir se livrar do fantasma que o importuna, para talvez então ter uma vida normal e alegre.

"— Ter uma vida não é apenas possuir um coração que pulsa sangue constantemente e um cérebro que funciona. É saber construir momentos felizes a cada dia..."

O livro possui uma história interessante, com uma versão bastante macabra dos fantasmas. Achei que o autor foi muito criativo ao descrever essas criaturas, suas atitudes e sua forma de "viver". Mas em outras coisas, achei que deixou a desejar... Encontrei vários erros de escrita, o que me incomoda bastante (principalmente vírgulas fora do lugar... sou meio cismada com as vírgulas), e também achei que os pontos de exclamação foram usados em excesso. Talvez isso se deva ao fato de que o autor era bem jovem e ainda não tinha a escrita muito aprimorada, mas também acho que faltou uma boa revisão da editora. (Espero que não me achem muito chata com esse negócio da escrita... Eu sei que não tenho uma escrita perfeita, mas sempre espero que nos livros tudo seja o mais perfeito possível)
Outra coisa que me incomodou um pouco foi que em alguns momentos há um detalhamento exagerado das situações e em outros eu ficava confusa sobre o que estava acontecendo. Esse tipo de narrativa, juntamente com a troca de pontos de vista entre os vários personagens, às vezes me deixava perdida e um pouco cansada da história. Achei que ficaram assuntos incompletos e pontas soltas, tanto na história do Arthur como na da Laura. Talvez isso seja compensado nos próximos volumes, já que esse é o primeiro livro de uma série, então o autor deve explicar mais detalhes depois. Também achei que alguns acontecimentos foram meio desnecessários... O Arthur já passa por tantas coisas, será que ele precisava ter ainda mais preocupações? rs
Com exceção desses detalhes, o livro é bom, a leitura é simples e rápida, e o enredo conseguiu me deixar curiosa para saber como tudo se resolveria. Agora quero ler a continuação e descobrir se o Arthur finalmente conseguirá ter um pouco de sossego na vida.


Parceria com o autor
Compre a versão em e-book na Amazon
Blog do autor
Twitter do autor
Livro no skoob
Entrevista com o autor