Cinema em Casa: Um Lugar Silencioso


Um Lugar Silencioso
Data de lançamento: 5 de abril de 2018
Duração: 1h 30min
Direção: John Krasinski
Elenco: Emily Blunt, John Krasinski, Millicent Simmonds
Gêneros: Suspense, Terror
Nacionalidade: EUA

Estava curiosa para assistir a este filme desde que vi o trailer no cinema pela primeira vez. Não sou adepta à filmes de terror que envolvam elementos como possessão demoníaca ou violência gratuita, como O Chamado e Premonição, mas gosto de filmes de terror psicológico e suspenses que envolvam uma perseguição policial, ou até, uma ficção científica com alienígenas, como neste caso. Veja bem, eu fico ali no limiar entre o suspense e o terror. Um lugar Silencioso se encaixou nessa minha criteriosa classificação, não é um filme de terror sobrenatural, mas algo que nos apresenta uma explicação, mesmo que fantasiosa, de seus eventos.

Logo no inicio do longa conhecemos uma família composta por um casal e seus três filhos: uma menina com problemas de audição e dois meninos. Eles sabem que não devem fazer barulho ou irão atrair seus algozes, andam sempre em cima de trilhas de areia e utilizam uma linguagem de sinais para se comunicar. O filme é muito silencioso e, a princípio, isso causa certo estranhamento ao espectador, há sons ambientes, mas não há palavras e, mesmo que entendamos o motivo da ausência da linguagem falada, não é algo natural, mas algo que parece insustentável de se manter a longo prazo. Há uma tensão difícil de explicar e a ausência de diálogos não o torna lento, na verdade, contribui para atiçar nossos nervos. 



Não há explicações científicas, entendemos que se trata de uma invasão alienígena que dizimou o planeta e essa família seria um dos poucos, ou últimos, sobreviventes. E, é nisso que o filme se foca, na luta pela sobrevivência destes últimos terráqueos, vemos o desespero e o seguinte questionamento: 'vale a pena sobre-viver desta maneira?' 

Os atores foram muito felizes em seus papéis, até mesmo as crianças demonstraram uma excelente atuação. Imagine como seria complicado fazer uma criança pequena entender ou se lembrar de que ela deve fazer silêncio. O filme terminou de forma aberta e deixou ganchos para um sequência, mas, não sei se seria uma boa ideia criar um segundo longa, veja bem, 90 minutos me pareceram a duração exata para que o filme não se tornasse cansativo ou rápido demais. Mas, também não sei o que essas mentes brilhantes poderiam criar para um segundo volume. 

Um Lugar Silencioso é uma boa pedida para aqueles que curtam essa sensação de perigo e tensão própria de filmes do gênero de suspense. 


logoblog