Cheiro de livro novo: Tormenta

Título: Tormenta
Autora: Lauren Kate
Páginas: 391
Editora: Galera Record
Série: Fallen
Anterior: Fallen
Próximo: Paixão

Boa tarde, leitores! Esse livro é a continuação de Fallen, e também o ganhei num Top Comentarista do blog Ler para Divertir. Também foi uma releitura, como o primeiro, mas já não me lembrava muita coisa da história. Sabia que quando o li, há uns cinco anos, tinha gostado bem mais dele do que do primeiro, então estava bastante animada para saber o que iria achar dessa vez. E confirmei uma coisa: gostos mudam. rsrs

"— Às vezes coisas belas entram em nossa vida de repente. Nem sempre podemos compreendê-las, mas temos de confiar nelas."


Luce já sabe quem Daniel é, a complicada história de seu amor eterno e que anjos e demônios estão por aí travando lutas. Depois dos sombrios acontecimentos há poucos dias na Sword & Cross, acha que eles poderão finalmente ficar juntos e ser felizes, em algum lugar longe daquela terrível escola e das lembranças ruins. Mas Daniel tem outros planos. Eles se encontram do outro lado do país, na Califórnia, onde ele acredita que Luce ficará segura, pelo menos enquanto durar a trégua entre ele e Cam.

"— O bem e o mal não são tão preto no branco como você pensa. (...) Então deve compreender que os vencedores têm a liberdade de reescrever a história. Semântica, Luce. O que você acha do mal... bem, para o meu pessoal, é um simples problema de conotação."

A Shoreline é uma escola muito conceituada e completamente diferente da Sword & Cross. Além disso, é um ótimo local para ocultar Luce de seus novos e perigosos inimigos, pois é onde estudam os nefilim, descendentes de anjos, portanto possui uma ótima camuflagem e supervisão o tempo todo. Mas Luce não está nem um pouco satisfeita em ter que se manter longe de Daniel por sabe-se lá quantos dias, em um lugar estranho, com uma colega de quarto nada amigável e pessoas com talentos que ela nem imaginava que existiam. Tudo que ela quer, além de ficar com Daniel, é rever seus pais e sua melhor amiga Callie, que não fazem ideia de que ela não está mais na escola.

"Daniel tinha ficado ao lado dela por tanto tempo, durante tantas encarnações. Ela esquecera de como ele a conhecia bem, melhor até do que ela conhecia a si mesma. Será que Daniel sabia o que ela estava pensando agora? Luce pensou se, de alguma forma, era mais fácil ser ela e nunca se lembrar de Daniel, do que ser ele e passar por isso tantas vezes."

No entanto, com o passar dos dias, rapidamente Luce aprende a gostar da liberdade que a nova escola proporciona. Ainda mais agora que ela finalmente está obtendo informações sobre as sombras que tanto a atormentaram durante a vida. Luce sente que utilizando os Anunciadores pode ser capaz de conhecer melhor a si mesma, entender sobre seu misterioso passado e também compreender o motivo que pode estar levando Daniel a esconder tantas coisas dela.

"Às vezes, ao longo dos últimos dias, ela desejava nunca ter visto uma sombra, nunca ter se metido nos problemas que mataram seus amigos, fizeram com que se envolvesse com Cam, ou com que fosse impossível para Daniel ficar perto dela. Mas era ali que sua mente confusa e ansiosa sempre parava de viajar completamente: como ser normal e ainda assim ter Daniel? Ele estava tão longe de ser normal. Era impossível."

Com o tempo distante de Daniel e as informações que vai obtendo, Luce começa a se questionar sobre tudo. Será que sofrer por séculos por causa desse amor é realmente seu destino? O que poderia ter acontecido se ela não estivesse fadada a reencontrar Daniel e se apaixonar por ele? Essas indagações se unem ao fato de ter se tornado muito amiga de Miles, um nefilim simpático com lindos olhos azuis, durante sua estadia na Shoreline. E, pela primeira vez, surpreendendo a si mesma, seu amor pelo lindo anjo fica abalado. 

"Daniel havia arrastado-a muito, muito mais longe do que até a Califórnia. Ele a arrastara por séculos de discussões como esta. Por mortes agonizantes infinitas, que magoavam todos ao seu redor (...). Tudo porque era um anjo poderoso que queria algo e não se conteve.
Não, ele não tinha apenas arrastado-a para a Califórnia. Ele a arrastara por uma eternidade amaldiçoada. Um fardo que deveria ter sido carregado por ele e mais ninguém."


Me decepcionei um pouco com a leitura desse livro. Lembro que, quando o li pela primeira vez, tinha gostado muito, pelo fato de Luce aprender a manipular os Anunciadores e de tudo que ela ia descobrindo durante os dias. Mas não me lembrava de Luce ter sido tão chata e repetitiva durante toda a história. O tempo inteiro ela fica só pensando no Daniel, querendo o Daniel, sentindo falta do Daniel e isso realmente já estava me irritando. Fora que é totalmente teimosa. As pessoas dizem para ela não fazer algo, aí ela vai e faz. Sério, algumas vezes ela poderia ter sido mais sensata e esperta. Daniel é outro que também me irritou. Por que ser tão chato e misterioso? Como eles podem ficar juntos de verdade se ele não quer contar absolutamente nada para ela? Assim o relacionamento deles já está começando todo errado. Mas, em compensação, eu gostei dos outros personagens que surgiram. Shelby é explosiva, fala o que vem na cabeça, mas é divertida. Miles é um fofo, um personagem que realmente pode ter chegado para formar um triângulo amoroso na história, mas o amor de Luce e Daniel parece inquebrável demais para isso (apesar de eu achar o Miles bem mais legal do que o Daniel 😝). Os professores da Shoreline também são muito legais. Ainda tem os outros personagens já conhecidos do livro anterior, que aparecem rapidamente na história.

"Afinal, o amor e o ódio supostamente deveriam estar em lados opostos do espectro. A divisão parecia tão clara como... Bem, anjos e demônios, como ela costumava pensar. Não mais."

Detalhes do início de capítulo
Como no outro livro, a narrativa é em terceira pessoa, pelo ponto de vista da Luce, exceto no prólogo e epílogo, que é pelo do Daniel. A diagramação está muito boa, as letras tem um tamanho bom e as páginas são amareladas. Os capítulos são grandes, o que, em alguns momentos da história, me fez sentir a leitura um pouco arrastada. A capa é belíssima, sou apaixonada por ela, e realmente não consigo decidir se a mais bonita da série é essa ou a de Fallen.
Apesar de ter sido repetitivo, meloso e clichê em relação ao romance, nesse livro Luce descobre coisas interessantes sobre seu passado, o que foi o suficiente para me deixar curiosa para continuar a história. Desanimei um pouquinho de ler a continuação, mas quero terminar a série e desvendar todos esses mistérios que existem na história de Luce e Daniel. Então em breve lerei Paixão, até porque o final de Tormenta é bem intenso.
E você, já leu essa série? Concorda com as minhas colocações?

PS: Gente, decidi colocar fotos na resenha pela primeira vez, mas sou péssima fotografando. rs Então, quero a opinião sincera de vocês. Acharam legal? Continuo colocando, ou melhor deixar sem foto? Se tiverem dicas, também aceito. rsrs


Leia também:
Resenha de Fallen