Livros *----* Os Eleitos

Os Eleitos
 Os Eleitos. Autor: Tom Wolfe. Editora: Rocco. Páginas: 389.

 Quem leu a Tag Livros + Emoções sabe que penei pra ler esse livro, mas finalmente terminei e antes da minha prova! Não que isso tenha ajudado muito... O professor ficou perguntando cada detalhe e não dá pra lembrar todos os detalhes de um livro de 400 páginas, neh... Enfim, deixa eu contar pra vocês quais foram minhas impressões do livro.

O livro é ambientado durante a Guerra Fria. A Segunda Guerra Mundial acabou de ter seu fim e as tensões estão altas entre Estados Unidos e União Soviética, quando começa a corrida espacial. Assim, os EUA recrutaram sete dos melhores pilotos de prova das forças armadas para começar o projeto Mercury e levar o primeiro homem ao espaço: Gus, Wally, Gleen, Carpenter, Shepard, Gordom e Deke.

Mas, começar um projeto e chegar ao espaço são coisas bem diferentes. Os Estados estavam encontrado grandes dificuldades em conseguir fazer com que uma cápsula experimental não explodisse antes de entrar em órbita e a Integral (como era chamado o engenheiro chefe)  soviética sempre parecia estar um passo à frente dos americanos. Além disso havia uma grande discussão entre os pilotos se os astronautas mereciam toda a fama que estavam recebendo, quando na verdade iriam apenas ser uma cobaia dentro de uma "bala de canhão" e o primeiro a voar nela seria um macaco. Isso também mexeu com os nossos eleitos que começaram a propor diversas mudanças aos engenheiros americanos...

Em paralelo, o livro também conta a história de Chuck Yeager, um grande nome da aviação americana e o primeiro a atravessar a barreira do som, curiosamente ele não foi chamado para se tornar um astronauta. Mas acredito que o mais interessante do livro é ver a garra desses jovens pilotos corajosos e talvez até um tanto quanto inconsequentes, competitivos e dispostos a qualquer coisa pela carreira. A profissão de piloto era arriscada e o número de acidentes fatais era absurdamente grande, mas nada fazia esses garotos desistirem. O personagem que mais gostei foi o Gleen, curti muito a forma como ele não se corrompeu diante dos amigos que tinham princípios diferentes dos seus e como priorizava a sua família e apoiava a sua esposa (100%) e ainda se dedicava no seu trabalho e se destacava em tudo o que fazia. Também gostei muito do Yeager, o cara era bom no que fazia!

Na verdade, o livro é bem interessante, mas achei bastante cansativo, é longo e muito histórico, repleto de fatos, datas e nomes. Pra quem curte o estilo se interessa pelo assunto é uma boa, mas se você está acostumado a ler só romance, talvez leve uma canseira... Foi feito um filme baseado no livro e o professor disse que irá passá-lo nas próximas aulas, então depois conto pra vocês o que achei. ;)