Livros *----* Eve


Eve. Autora: Anna Carey. Editora: HarperCollins Páginas: 336.

Li esse livro em ebook, em dois dias. Descobri ele em um blog, procurando por distopias. Ele retrata um mundo assolado por uma epidemia, onde 98% da população veio a óbito. A vacina que tentaram usar para combater a doença agravou ainda mais o problema, gerando inúmeros órfãos, provavelmente crianças que não estavam com idade de receber a vacina na época. Eve é uma dessas crianças. Ela vivia com a sua mãe quando um caminhão passou levando as crianças que estavam saudáveis para longe da cidade, que já estava infestada.

Eve tinha cinco anos quando isso aconteceu e então foi levada para uma escola de meninas. Doze anos depois, na véspera da formatura, Eve a melhor aluna da escola, estava ansiosa pra finalmente poder estudar uma profissão. Quando repara em Arden, a encrenqueira da escola. Determinada a não deixa a garota fazer nada para prejudicar a formatura, ela a confronta. Mas então Arden conta para Eve que esta fugindo, porque o único destino delas na escola para os próximos quatro anos era a procriação. Pois o rei precisava repovoar o planeta, então elas iriam apenas ser presas em outro prédio para parir um filho atrás do outro. =O

Quando descobre isso, Eve percebe que tem que fugir imediatamente. E, com a ajuda de uma das professoras ela consegue, mas precisa deixar as amigas para trás.. A professora a manda ir para Calífia, um acampamento onde abrigam órfãos fugitivos. Mas no caminho para lá, Eve encontra Caleb, outro fugitivo que vive escondido com outros garotos. Ensinada a temer qualquer pessoa do sexo masculino, ela não entende como ele pode ser uma boa pessoa. E assim começa a descobrir que muito do que ela passou anos ouvindo é mentira...

"-Pode amar a qualquer coisa- Intervi observando o grupo- O amor é... - Busquei as palavras exatas- Amar significa preocupar-se com alguém, sentir que uma pessoa nos interessa e pensamos que o mundo inteiro seria mais triste sem ela- Recordei da risada agitada da Pip, os saltas que dava de cama em cama com Ruby nos domingos de manhã, enquanto esperávamos nossa vez de tomar banho."
O livro é muito bom. Quando eu olhei a capa eu juro que pensei que a personagem fosse apenas uma criança e não uma garota de quase 18 anos e as vezes eu ficava me lembrando durante a história que ela não era uma criança, apesar de ser muito ingênua. Mas é esquisito ver a forma como ela vê os homens no início da história e a dificuldade que ela tem para mudar sua visão, até descobrir o amor. A história não foca tanto na distopia, é claro que foi o vírus que causou tantas mortes e o governo do rei está fazendo essas coisas terríveis com os orfãos, e tudo isso levou Eve e todos os outros personagens ao momento em que estão no livro. Mas eu senti que nesse primeiro livro, a autora se focou mais no romance entre Caleb e Eve e em como pode existir amor, mesmo que todas as coisas sejam contrárias. Entretanto a história também conta com uma boa dose de perseguição e sofrimento..
logoblog