Livros *----* A Filha do Norte

A Filha do Norte. Autora: Luisa Soresini. Páginas: 496. Editora: Novo Século. Skoob

A Luisa é autora parceira do blog e a A Filha do Norte é seu livro de estréia. Michelle é uma menina de 16 anos. Ela chega à Vila Mafaldi em busca de trabalho e abrigo temporários e estava quase desistindo de consegui-los quando é acolhida pelas bruxas Elza e Meredith. Elas passam a viver juntas, como uma família, sem que Michelle saiba qual a real identidade de suas benfeitoras. Mas ela sabe que um dia terá que partir, por causa do seu passado, ela nunca pode parar de fugir. 

"Ter outra vida, sem me lembrar de nada, sem me lembrar do meu passado, sem sentir medo, dor? Sem sofrer? Seria mesmo possível? Não era natural. Mas… seria certo eu desejar algo assim?"

Em um belo dia, Meredith leva Michelle para ver as flores da Luna na floresta, lindas flores que desabrocham com o brilho da lua. Entretanto, o tempo muda repentinamente, começa cair um verdadeiro temporal e Michelle se perde no meio da floresta. Depois de tanto andar, já toda suja de lama, ela topa com uma mansão imponente e resolve bater a porta em busca de ajuda. Assim ela conhece os sete irmãos Vergamini: Danton, Ethan, Wolf, Luka, Frank, Carl e Christofer.

"Tenho muitas infelicidades, Christofer, de coisas que você nem imagina. No entanto, tenho esperança e ela move a minha música. Toco porque me faz feliz, pensar que posso fazer a minha vida ser tão bonita quanto a minha música. É por isso que eu toco. Toco para me divertir, por prazer, para mim mesma. Então eu pergunto: para quem você toca, Christofer? Para você ou para os outros?"

Os Vergamini sofreram uma maldição há muitos anos atrás e são um tanto quanto misteriosos, além de perigosos. A Michelle também esconde alguns segredos, ela teve um passado muito difícil do qual ainda não está livre. Ela tem um jeito doce e ingênuo e as vezes parece ser bem mais nova do que realmente é. Mas, por mais que tenha vivido muitas coisas ruins, não perdeu a fé nas pessoas, ela acredita que todos merecem uma segunda chance e não é qualquer coisa que mete medo nessa garota.

"Depois de viver muito, as coisas não assustam mais. A natureza, considerada algo previsível, começa a definir-se em um ciclo estável e repetitivo. Destruição, reconstrução, e destruição... É assim que ela funciona. O mesmo posso dizer dos homens, seus notáveis erros e acertos e a incansável busca por quem são e pelo que querem se repetem dia após dia, deixando-me fadigada." 

Luisa mistura diversos personagens da literatura fantástica com suas características clássicas: bruxas, vampiros, frankstein, fantasmas, múmias, etc. A autora vai trocando o narrador conforme conta a história e talvez você precise estar um pouco atento para não se perder, lembro que no inicio eu fiquei um pouco confusa, mas logo me acostumei. A escrita é envolvente, o que é ótimo, porque a história podia ter ficado massante, já que acaba tendo um desenrolar um pouco previsível e são muitos personagens, mas a Luisa conseguiu driblar tudo isso fazendo uma história inteligente, que flui com facilidade e conquista o leitor. 

"-[…] acho que estamos tão cegos na nossa própria dor que não queremos dividi-la com mais ninguém.
-O que quer dizer com isso?
-Dividir significa se expôr, Carl. Não queremos ser fracos aos olhos um do outro […]. E por isso vivemos em nossos próprios mundos."

O livro termina numa parte muito desesperadora e você fica se perguntando o que vai acontecer. Espero que a Luisa já esteja trabalhando na sequência, porque eu quero ler logoooo. Eu já tenho minhas teorias, mas não vou contar. u.u Senão vou acabar dando spoiler rs. Eu só estava esperando que as bruxas tivessem uma maior participação na história, ou que fossem mais poderosas, elas aparecem tão pouquinho... Mas ainda há muitas coisas para serem descobertas e  eu estou com altas expectativas para o próximo livro.

"- Quando você está desesperado, Frank, não pensa em mais nada. Você quer que alguém salve você e só. Aparência, dinheiro, essas coisas não valerão de nada quando se trata da vida de alguém."
Veja também:
Parceria com a autora