Em Cartaz: Rio 2

Rio 2
Duração: 101 min
Direção: Carlos Saldanha
Estúdio: 20th Century Fox, Blue Sky Studios
Gênero: Animação, aventura, comédia
Classificação: Livre

Esse é mais um dos filmes que eu estava ansiosa para ver em 2014. E não me arrependi. É bem divertido. Comparando com o primeiro, preciso admitir que achei o outro melhor, mas é difícil encontrar animações em que as sequências são melhores do que os primeiros. Rio 2, para mim, chegou quase ao mesmo nível do primeiro.
Blu e Jade agora têm três filhos: Carla, Bia e Tiago. Os cinco vivem felizes no Rio de Janeiro, na casa de Túlio e Linda. Esses dois estão em uma expedição na Floresta Amazônica, explorando em busca de novas espécies, quando encontram uma pena que parece ser de uma Arara-azul. Na esperança
de que Blu e sua família não sejam os últimos da espécie, dão uma entrevista na TV dizendo que procurarão pelas outras araras-azuis e transformarão seu refúgio em um ambiente protegido. Blu e Jade assistem isso e se animam com a possibilidade de não serem os únicos. Jade se empolga até demais e propõe uma viagem até a Amazônia, para ajudá-los na busca. Blu reluta, mas por fim acaba aceitando para poder agradar sua esposa. Então a família parte para a aventura, junto com seus amigos Nico, Pedro e Rafael. Chegando lá, eles conseguem encontrar as araras e Jade descobre que seu pai ainda está vivo. A emoção é tão grande que ela tem planos de voltar a viver com o bando, imaginando o quanto isso seria bom para os filhotes. O problema é que Blu sempre foi uma ave de estimação e não leva o menor jeito para viver na floresta. Sendo assim, não vê a hora de poder voltar para o conforto de seu lar, com televisão, panquecas e longe dos bichos perigosos. Além disso, ainda tem a presença de Roberto, amigo de infância da Jade, bonito, charmoso, que canta bem, por quem todas as araras fêmeas têm uma quedinha e é o preferido de Eduardo, o pai de Jade, fazendo questão de deixar bem claro que substituiria Blu na vida de Jade se tivesse oportunidade. Blu faz tudo o que pode para tentar se encaixar no bando, mas é um fracasso atrás do outro. Com todas essas coisas para resolver em sua família, ainda aparece o Nigel, que conta com uma ajudinha nova, uma rã rosa venenosa que o admira muito, chamada Gabi. Ele está decidido a matar Blu para se vingar pelo que aconteceu. Enquanto isso, Túlio e Linda lutam para impedir que madeireiros destruam o lugar aonde acreditam que as araras vivam. E quando todos se encontram, a confusão é maior ainda.
É um filme divertido, apesar de não ter tantas partes engraçadas quanto o primeiro. Com várias músicas animadas e coreografias bem bonitas, pode conquistar crianças e adultos, principalmente se forem como eu e adorarem animações! E ainda mostra uma parte da nossa triste realidade, o desmatamento da floresta, obviamente de forma mais leve. Talvez por isso eu goste tanto de Rio, consegue mostrar um pouquinho do que se passa no Brasil, mas também nos traz esperança de que existem pessoas que tentam encontrar maneiras de ajudar o meio-ambiente =) E vocês, acham que eles conseguem salvar a floresta? Acham que eles ficaram na Amazônia ou voltaram para o Rio? E quem já assistiu o filme, gostou ou não? Os comentários de vocês são importantes! ;D