Cheiro de livro novo: Aura Negra

Título: Aura Negra
Autora: Richelle Mead
Páginas: 304
Editora: Nova Fronteira
Série: Academia de Vampiros #2
Próximo: Tocada pelas Sombras
Avaliação: 5/5

Desde que reli o primeiro livro de Academia de Vampiros, estava super ansiosa para pegar logo o segundo. Eu até já tinha lido, muitos anos atrás, mas foi um desses e-books baixados na internet com uma versão muito mal traduzida, o que me fez pegar trauma dessas coisas e nunca mais baixar. A conclusão foi que não lembrava de mais nada do que tinha lido, então foi como a primeira vez. Haha Decidi encaixá-lo na nossa Maratona Literária de fevereiro, como "um livro com mais de 300 páginas".

"É impossível se forçar a amar alguém, eu me dei conta disso. O amor existe ou não existe. Se não existe, você precisa ser capaz de admitir isso. Se existe, você precisa fazer tudo o que puder para proteger quem você ama."


Depois do sequestro de Lissa, a escola São Vladimir está em alerta. Rose tem treinado exaustivamente para tornar-se a guardiã de que amiga precisará, enquanto luta para reprimir a paixão que sente por seu instrutor, Dimitri. Lissa, por outro lado, está muito mais tranquila depois que descobriu que manipula o elemento Espírito, mesmo que não possa mais usá-lo, já que é isso que provoca suas crises depressivas. Ela também está muito feliz com seu namoro com Christian Ozera.

"Quando se está junto de alguém de quem a gente gosta e com quem partilhamos uma ligação como aquela, as emoções transbordam."

Infelizmente, a paz não poderia durar muito tempo em um mundo repleto de Strigoi. Quando surge a notícia de que um grande bando deles atacou unido, o que é um acontecimento totalmente novo já que estes seres são extremamente egoístas e raramente conseguem viver juntos por tempo suficiente para bolarem um plano, o desespero começa a permear todas as escalas da sociedade Moroi. Como se não bastasse essa nova realidade, os Strigoi, de alguma forma que não pode ser compreendida, também estão recebendo ajuda de humanos. Então as maiores armas contra eles, que sempre foram a magia e a luz do sol, não são mais tão eficazes quanto deveriam.


"Às vezes é difícil distinguir entre o que é afeto verdadeiro e o que é apenas alguém tentando tirar vantagem de você. Mas, quando for para valer, você vai sentir que é... e vai saber diferenciar."

Por conta dos últimos acontecimentos, os Moroi decidem reunir-se em um grande hotel de luxo para passar as festividades de Natal, juntamente com uma enorme quantidade de guardiões. Isso acaba animando bastante os alunos, mas, obviamente, nada poderia ser divertido demais na vida de Rose.

"— Isso não é um especial de Natal! É a minha vida. No mundo real, os milagres e as boas ações simplesmente não acontecem assim.
Ele ainda me olhava calmamente.
— No mundo real, você pode fazer seus próprios milagres."

O perigo dos ataques de Strigoi que provoca a reunião de vários membros da realeza também faz com que Rose seja obrigada a rever sua mãe, depois de anos. Já nem um pouco à vontade com esse reencontro cheio de rancor, por sua culpa alguns amigos acabam metidos em uma confusão imensa. Uma confusão que pode acabar sendo a pior decisão (e talvez a última) de suas vidas, se ela não conseguir intervir a tempo.


"— Eu preciso saber o que significa aquilo. Aquilo que você disse sobre eu estar rodeada de trevas. O que significa?
— Sinceramente, eu não sei. Todo mundo tem luz em volta de si, exceto você. Você tem sombras. Elas vêm de Lissa."

Eu estava tão curiosa para ler esse livro! E terminei louca para pegar logo o terceiro! Haha Pena que ainda estava no meio da maratona e não podia bagunçar tudo. Depois do que aconteceu no último livro, achei Rose e Lissa mais maduras. Claro que elas ainda são adolescentes, mas estão muito mais conscientes sobre o que devem ou não fazer e estão buscando fazer sempre o certo e o melhor para suas vidas. O namoro com Christian fez muito bem à Lissa, ela está mais centrada, mais feliz e ligando menos para a opinião de quem não é importante para ela. Por outro lado, essa nova relação acabou afastando-a da amiga, já que passa a maior parte do seu tempo livre com o namorado. Nos poucos momentos que as duas compartilham a sós, Rose não consegue ficar à vontade o suficiente para compartilhar seus problemas. Tanto que ela não conta nada sobre Dimitri. Achei bem ruim o que aconteceu com as duas por causa de um namoro. Sei que Lissa ainda está no começo do namoro e Rose está sempre muito ocupada com os treinos, mas elas precisam uma da outra, e a amizade delas é muito bonita. Lissa acaba não enxergando o quanto Rose está ficando para baixo e precisando de alguém com quem desabafar.

"— (...) Quando uma pessoa consegue ver a sua alma, é difícil lidar com isso. Força você a se abrir. Você se torna vulnerável."


Esse livro foi bem interessante. Conhecemos um pouco mais sobre outros Moroi que não são estudantes da São Vladimir  como o misterioso Adrian —, sobre a conturbada vida familiar de Rose e nos afeiçoamos mais a outros personagens, como Mason. Como Lissa não está tão presente na vida de Rose nesse livro, a dampira tem mais chance de destacar-se e aparecer em situações que não envolvem a melhor amiga. Assim percebemos que a vida dela não gira apenas em torno da princesa.

A narrativa, assim como no primeiro livro, é em primeira pessoa, sempre pelo ponto de vista de Rose. A diagramação também é a mesma, com fontes confortáveis, detalhes no início de cada capítulo. A revisão está bem feita, encontrei poucos erros de digitação durante a leitura.

Por fim, se você ainda não deu uma chance para essa série, repense sua decisão. O mundo dos vampiros criados pela autora é diferente de qualquer outro que eu já tenha lido, então, se você curte esse tipo de fantasia, tenho certeza de que irá gostar de Academia de Vampiros. 😉

logoblog