Livros *----* A Queda dos Cinco

Título: A Queda dos Cinco
Série: Os Legados de Lorien #4
Autor: Pittacus Lore
Páginas: 288
Editora: Intrínseca
Avaliação: 5/5

Essa é uma série que dá vontade de sair lendo os livros um atrás do outro, mas eu tenho tentado me conter para não me enrolar nas outras leituras, já que ela é um série bem comprida. Mas chegou a vez de A Queda dos Cinco e, como era de se esperar, ele não me decepcionou. John, Seis, Marina, Oito, Nove e Ella finalmente estão juntos em Chicago. Mas, eles não sabem o que exatamente devem fazer a seguir: se eles devem tentar encontrar o número Cinco ou se devem focar no treinamento para o próximo encontro com Setrákus. Na verdade, eles estão um pouco acomodados na grande cobertura de Nove, e tudo o que queriam depois de tantas lutas, perdas e quase mortes, era uma folga. 

Então, Cinco decide por eles e começar a enviar sinais aos outros membros da garde, de forma a encontrá-los, e, é impossível ignorar essa oportunidade. Por outro lado, finalmente temos notícias de Sam, que consegue fugir do complexo morgadoriano em que estava confinado com uma ajuda um tanto singular. Além disso, Ella tem tido pesadelos terríveis com Setrakus Rá e a garde começa a se perguntar o quanto dele pode ser real, considerando os seus históricos com pesadelos e visões. Mas, caso ele seja real, digamos que as coisas ficarão bem ruins, tanto para a garde, quanto para os habitantes naturais do planeta Terra.

"— Só quero que os pesadelos acabem — diz. — Não sei por que isso está acontecendo comigo.
— É Setrákus Ra tentando assustá-la — respondo. — Ele está fazendo isso porque tem medo da gente.
Fico feliz por ter conseguido acalmá-la e parecer confiante, porque na verdade estou bastante apavorada. O sol começa a atravessar as cortinas, e do lado de fora daquela janela existe uma linda cidade, cheia de pessoas inocentes, que acabei de ver devastada. O sonho parecia tão real que não consigo tirá-lo da cabeça. E se não conseguirmos impedir o que está por vir?"

A garde finalmente está completa e isso quer dizer que a batalha final está mais próxima do que nunca, esse é o momento de treinar juntos para que possam derrotar Setrákus, voltar para Lórien e despertar o planeta, mas essa nunca pareceu ser uma tarefa tão difícil. Cinco é uma pessoa um tanto reservada, ele não se dá muito bem com Nove, apesar de isso não ser um grande surpresa considerando o temperamento de Nove e suas contantes implicâncias para com todos. E, apesar de parecer um pouco fraco e tímido inicialmente, logo vemos que na verdade, ele é inteligente e conhece muito bem os seus legados. Mas, Marina ainda é minha personagem favorita, ela demonstrou um força e simpatia sem precedentes, além de desenvolver mais um legado.

"Bom, pelo menos isso. Talvez eu não consiga ajudar Ella com os sonhos, identificar metade dos objetos de minha Herança nem lutar tão bem quanto os outros, mas pelo menos tenho jeito para persuadir idiotas a serem mais cordiais. Eu me pergunto se isso é um Legado."

O filme ainda toca em questões que dizem respeito a confiança. Uma vez que muitos dos lorienos já foram traídos por terráqueos, será que todos eles são indignos de confiança? Mas e quanto à Sarah e Sam? Haveria exceção em todos os povos? Deveriam eles confiar uns nos outros apenas porque são todos lorienos? E quanto aos morgadorianos, haveriam todos eles querer sua destruição? São muitas perguntas em jogo e pouco tempo para fazer suas escolhas. O final foi fabuloso e absurdamente frenético, ainda não consegui absorver todos os acontecimentos. E, mas uma vez me sinto muito curiosa para continuar a série, até porque as coisas terminaram de forma muito mais desesperadora dessa vez. Mas, já passamos da metade da série e esse costuma mesmo ser o momento em que as coisas começam a ficar ruins para os protagonistas, como de fato aconteceu. As previsões para o futuro não são nada boas e resta saber se eles conseguirão transformar a sua sorte mais uma vez.


Leia Também:
logoblog