Em cartaz: A Bela e a Fera [Resenha Dupla]

A Bela e a Fera
Duração: 129 min
Direção: Bill Condon
Estúdio: Walt Disney Pictures
Gênero: Fantasia, romance, musical
Classificação: 10 anos 
Elenco: Emma Watson (Bela), Dan Stevens (Príncipe Adam/Fera), Luke Evans (Gaston), Kevin Kline (Maurice), Ewan McGregor (Lumière)

Filme lindooo!! 💖💖💖 Já começo assim porque é a melhor descrição! haha Eu estava ansiosíssima para assistir, assim como muita gente! Então eu, Isabela (euzinha) e outras amigas combinamos de ir ao cinema o mais rápido possível para podermos ver antes que os spoilers começassem a rolar. Porque nós não somos obrigadas, não é mesmo?

Para quem não conhece a história (o que eu acho que é praticamente impossível), vou contar um pouquinho. 
Bela é uma jovem inteligente e independente, diferente de todas as outras moças do pequeno vilarejo na França onde vive com o pai. Isso atrai muita atenção indesejada para si, principalmente do caçador Gaston, que quer a todo custo casar-se com ela. Ô homem pedante! Seu pai, Maurice, é inventor, e muitas pessoas o consideram meio louco. 
Um dia, Maurice precisa ir em outra cidade, mas acaba parando em um castelo. O que ele não imagina é que o castelo é amaldiçoado e ele é encarcerado pela Fera que vive lá. Para salvar a vida do pai, que já está velho e doente, Bela se entrega como prisioneira. Ela passa então a conviver com os objetos mágicos do local e começa a perceber que a Fera possui muitos segredos e pode não ser alguém tão ruim quanto parece. Será que ela é a pessoa que conseguirá quebrar a maldição e libertará a todos?


A história é exatamente como a da animação, o que tornou o filme lindo demais! Mesmo já conhecendo os detalhes e sabendo o que esperar, a Disney consegue surpreender e maravilhar os fãs. E bateu uma nostalgia forte, a minha xará sempre foi uma das minhas princesas favoritas! Além de ter todas as partes importantes da história que todo mundo  já conhece, eles adicionaram algumas partes novas que complementam o enredo original. Essas cenas inéditas serviram para explicar alguns pequenos furos da trama e também para tornar a Bela uma personagem ainda mais cativante e independente, mantendo o filme como o antigo, mas também atualizado. Como a morte da mãe da Bela, não me lembro de ter qualquer explicação a respeito disso na animação original. O que eles fizeram foi simplesmente brilhante. E não só o enredo é como o do primeiro filme, mas também mantiveram muitas falas, músicas, figurino e até o cenário ficou perfeitamente semelhante. Maravilhoso! 💗 

Os atores contribuíram muito para isso, claro. Todos eles ficaram ótimos nos seus papéis. Apesar de eu achar que a Emma poderia ter feito melhor (achei algumas cenas um pouco forçadas), ela é uma atriz incrível e combina muito com a personagem. Eu sinceramente não tenho o que reclamar da atuação dela, gostei mesmo. O personagem que mais me surpreendeu foi o LeFou, que ficou muito carismático e divertido. E tem como não amar o Lumière? Ele sem dúvidas foi ainda mais importante para o desenrolar de tudo. Sim! Eles trabalharam muito bem os papéis dos objetos mágicos. Eu esperava apenas um príncipe mais bonito... Porque vocês precisam concordar comigo que o Luke Evans (Gaston) é muito mais gato que Dan Stevens (Príncipe Adam/Fera)! 

Eu estava com muita expectativa quando fui assistir e tenho que dizer que foi totalmente superada! Amei tudo e já quero ver de novo! 💛💙💛💙 Sim! E, parece que a Disney já tem uma listinha com os próximos remakes que serão produzidos, nem preciso dizer que estou super animada para conferir cada um deles! Especialmente Mulan e Aladin! 😍


Teaser:


Trailers:


logoblog