Livros *----* Vocação Para o Mal

Vocação Para o Mal. Robert Galbraith #3 (J.K. Rowling). Páginas: 496. Editora: Rocco. Esse foi um livro muito esperado por mim, a J.K.  tem evoluído a cada livro da série  e mais uma vez terminei o livro com uma vontade louca de começar o próximo.

Robin finalmente fez o curso de vigilância e ela têm ajudado Strike em alguns serviços, só poderia estar mais feliz se Strike lhe desse um aumento, ainda mais agora que o casamento se aproxima. Na verdade, ela não se importa muito com o dinheiro, está satisfeita por finalmente estar fazendo o que sempre quis fazer. Mas o Matthew se importa, ele sempre está reclamando do trabalho dela, ultimamente as brigas tem se tornado frequentes e o chefe de Robin sempre é um dos motivos de discussão, ou principal motivo. Matthew morre de ciúmes dele. Mas, Cormoran está namorando, sim, quase não acreditei também! Mas logo que conheci Elin, eu entendi. Ela é uma mulher muito bonita, ex-violinista profissional, apresentadora de Radio, tem uma filha pequena e está passando por um divórcio conturbado. O relacionamento deles é bem casual e confortável, resta saber se estarão disposto a investir nessa relação.

"Só que depois que se rompia uma vez, era muito mais fácil fazê-lo de novo. Ele sabia muito bem. Quantas vezes ele e Charlotte se separaram? Quantas vezes a relação deles ruíra em pedaços e quantas vezes tentaram remontar os destroços? No fim, havia mais rachaduras do que substância: eles viviam em uma teia de aranha de fios rompidos. O que os mantinha juntos era a esperança, a dor e a ilusão."

Então, Robin recebe uma caixa no escritório, ela imagina ser alguma encomenda do casamento e não poderia ficar mais surpresa quando descobre ter recebido uma perna. Sim, uma perna! A perna afasta quase todos os clientes e nossos mocinhos ficam sem alternativas, eles precisam descobrir quem foi o autor do crime ou estarão falidos em poucos meses. Mas isso não será nada fácil, pois o criminoso se trata de um psicopata.

Além disso, Strike tem quatro suspeitos. Eu me fiz a mesma pergunta que Wardle nesse momento: "-Você conhece quatro homens que te mandariam uma perna decepada? Quatro?" Fiquei até com medo de um dos suspeitos ser algum antigo amigo de Cormoran, mas felizmente, ou infelizmente, esse não era o caso. Dois deles foram presos com a ajuda do detetive enquanto ele trabalhava na Divisão de Investigação Especial, o terceiro acabou se safando dos crimes que cometeu. E, o quarto é o seu padrasto. Quatro homens cruéis e desprezíveis.

"Strike sabia o quanto era profundamente arraigada a crença de que os maus escondem suas predileções perigosas pela violência e a dominação. Quando eles as usam como pulseiras à vista de todos, o populacho crédulo ri, chama de atitude ou acha estranhamente atraente."

Dessa vez Cormoran foi super transparente com a policia, tentando evitar criar mais inimizades, estava sempre mantendo Wardle informado sobre seus suspeitos e teorias. Não que isso tenha ajudado muito... as vezes a policia de Londres me parecia tão incompetente quando a brasileira... Mas, em alguns momentos, o próprio detetive parecia perdido e inseguro na sua investigação. Com o decorrer dela, Robin e Cormoran ficaram mais próximos e têm sido difícil para ele se manter distante emocionalmente da parceira. Descobrimos mais sobre o antigo trabalho Strike na SIB, o passado de Robin, como por exemplo, o motivo dela ter abandonado a faculdade de psicologia e encontramos ainda mais motivos para detestar Matthew. Ele não a merece!
"A distância entre o apartamento com colunas baunilha de Elin em Clarence Terrace e a casa invadida e suja em Whitechapel, onde sua mãe morreu, não podia ser medida apenas em quilômetros. Eram separadas por disparidades infinitas, pelas loterias do nascimento e do acaso, por erros de julgamento e falta de sorte. Sua mãe e Elin, ambas mulheres bonitas, ambas inteligentes, uma sugada para um lodaçal de drogas e dejetos humanos, a outra acima do Regent’s Park, atrás de um vidro imaculado."

J.K. preencheu muitas lacunas que os outros livros tinham deixado na vida dos personagens e vimos como a série têm sido bem desenvolvida. O final me deixou completamente catatônica, sem querer acreditar no que aconteceu. O livro é grande e tem um vocabulário rebuscado. Não é um livro daqueles que você vai ler em apenas um dia, mas vai passar um bom tempo com a história na cabeça tentando desvendar o mistério.