Livros *----* O Lado Feio do Amor


O Lado Feio do Amor. Autora: Collen Hoover. Editora: Galera Record. Páginas: 336.

Descobri esse livro na bienal, porque a gente nunca volta da bienal só com livros e marcadores novos, listinha de livros desejados sempre volta ampliada também.. hehe Mas, eu adorei a capa e o titulo o livro, então logo procurei lê-lo.

Comecei a ler o livro durante a greve da facul, em um dia que estava sem internet. Eu não tinha absolutamente nada para estudar e nem como trabalhar, resultado: li o livro em três dias. O livro não foi exatamente o que eu estava esperando, achei que seria mais dramático, algo no estilo Gillian Flynn. Mas depois que terminei o livro entendi o porquê da capa e do título, até que combinou com a historia. Isso não quer dizer que eu não tenha gostado do livro, apenas que talvez eu deva passar a ler pelo menos as sinopses dos livros antes de começar a lê-los... haha. Acontece que esse livro tem uma pegada Hot, um gênero que não curto, mas como só descobri isso depois que já tinha começado a ler e já estava bastante curiosa com todos os mistérios de Miles, decidi prosseguir a leitura.
“Algumas pessoas... elas ficam mais sábias à medida que envelhecem. Infelizmente, a maioria das pessoas só envelhece.”
Tate Collins se muda para a casa do irmão, Corbin, para se dedicar a sua pós graduação e a carreira de enfermeira, enquanto junta dinheiro para investir no seu próprio apartamento. Seu irmão é piloto e apesar e ter um apartamento grande, ele não passa muito tempo em casa. Porém, ao chegar na porta de Corbin, Tate se depara com um homem bêbado jogado no chão do corredor, impedindo-a de entrar. Logo Tate descobre, que se trata de Miles, vizinho e amigo de Corbin. E o arrasta pra dentro do apartamento, a pedido do irmão. 
"Eu sei que o pensamento de confrontar o seu passado aterroriza você. Aterrorizaria qualquer homem. Mas algumas vezes nós não fazemos isso para nós mesmos. Nós fazemos isso para as pessoas que nós amamos mais do que para nós mesmos."
Mas, desde esse incidente, Tate não consegue tirar Miles da cabeça. Ele é uma pessoa muito reservada e parece esconder um passado bastante perturbador. As vezes ele parece estar interessado nela também, mas Tate não consegue saber se ele realmente está interessado ou ela que está vendo coisas que não existem. Até que, Miles passa o feriado de Ação e Graças com a família de Tate, por convite de Corbin e é quando ele lhe faz uma proposta um tanto quanto indecente. Você sabe qual é, é aquela proposta clichê da amizade colorida que nunca dá certo nos filmes. Tate é esperta e sabe que isso não vai dar certo com eles também e ou eles sairão muito magoados ou irão desenvolver um relacionamento. Mas resolve apostar na segunda opção, mesmo que Miles lhe garanta que isso nunca irá ocorrer.
“O amor nem sempre é bonito, Tate. Algumas vezes você gasta todo o seu tempo esperando que finalmente algo seja diferente. Algo melhor. Então, antes que você saiba você está de volta ao primeiro quadrado, e você perdeu seu coração em algum lugar do caminho.”
Não vou defender nenhum dos personagens, os dois foram sujos e aproveitadores e sabiam no que estavam se metendo quando aceitaram esse acordo. Mas, o que me manteve lendo o livro foi a vontade de descobrir o que Miles escondia e o que aconteceu com a Rachel, uma mulher do seu passado. Pois o livro é intercalado em capítulos no presente e capítulos de seis anos atrás, quando Miles era apenas um adolescente apaixonado no ultimo ano do ensino médio. Porém, meu personagem favorito certamente é o Cap, o ascensorista do prédio. Um senhor que rapidamente fez amizade com a Tate e sempre lhe dá conselhos sábios misturados com piadas toscas. Haha
"Quando eu beijei todas as outras garotas, eu senti prazer. Esse é o porquê das pessoas gostarem de beijar, porque é bom. Mas quando você beija alguém por causa do que ela é, a diferença não está em encontrar o prazer. A diferença é encontrar a dor que você sente quando você não está beijando ela."
É isso gente, o livro é bom, a historia é bastante envolvente, a escrita da Collen flui com facilidade e a leitura também. Mas não recomendo pra quem não curte o gênero, porque querendo ou não, ele tem muitas cenas quentes, que eu particularmente acho bastante desnecessárias. Se não fosse por isso daria 5 estrelas feliz.