Cinema em casa: Guerra Mundial Z

Lançamento: 28 de junho de 2013
Duração: 1h56min
Dirigido por: Marc Forster
Com: Brad Pitt, Mireille Enos, Elyes Gabel
Gênero: Ficção científica, Ação, Fantasia
Nacionalidade: EUA

Vi esse filme no cinema com meu namorado, mas aproveitei as férias para ver de novo com meus irmãos, porque gostei muito do filme.

Gerry é um ex-investigador da ONU, saiu da organização para dedicar mais tempo à sua família, ele é casado e  pai de duas filhas. Tudo começa em um dia absolutamente normal, a família está enfrentando o transito da Filadelfia, quando começa um corre-corre e uma verdadeira zona na cidade. Gerry sabiamente sai com sua família do meio da confusão, mas não antes de testemunhar cenas grotescas de pessoas sendo atacadas por mortos vivos.

Felizmente, Gerry ainda tem contatos na ONU e conseguiu que resgatassem ele e sua família da cidade, mas ele é chamado de volta à ativa, numa tentativa de alcançar o paciente zero e tentar descobrir uma forma de acabar com essa infestação de zumbis. Ele aceita a proposta meio contrariado por ter que deixar sua família, mas na verdade não tem muita escolha... E, assim começa sua jornada para encontrar algum tipo de cura que possa salvar a humanidade e restaurar a ordem.

O filme é eletrizante, tem cenas incríveis, muito bem produzido. Os zumbis são monstros bem diferentes dos que temos visto em outras produções, onde são lerdos, tontos e parecem muito mais mortos do que vivos, esse são rápidos e completamente destrutivos. O filme é cheio de suspense e me deu vários sustos mesmo vendo pela segunda vez. E, eu adoro o final desse filme, é criativo e inteligente, claro que tem bastante mentira também, afinal, é um filme de ficção, mas é uma ótima pedida pra quem curte o gênero. #FicaaDica

logoblog