Cheiro de livro novo: Gone - Desaparecer

Título: Gone - Desaparecer
Autora: Lisa MacMann
Páginas: 198
Editora: Novo Século
Série: Wake
Anterior: Fade - Desvanecer

O último livro da trilogia não me agradou tanto quanto poderia. Tinha tudo para ser um livro tão bom quanto Fade, mas o final deixou a desejar. O pior é que esse final foi definitivo, colocou um fim à série. E não fiquei satisfeita com o fim que a autora deu para Janie. Acho que ela poderia ter explorado melhor a história. Mas quem sou eu para ficar pensando em decisões alternativas que poderiam ter sido tomadas em um livro de uma autora bestseller né? Vamos à história:

Janie está tentando aproveitar suas férias, mas sabe que precisa tomar sua decisão logo. Com base nas
recentes descobertas por ter lido o caderninho verde de Martha Stubin, sua vida será uma droga qualquer que seja a decisão que tome. E ainda tem Cabel no meio disso tudo. Ela sabe que ele ficará sempre ao lado dela, por pior que as coisas se tornem, mas ela também sabe que ele não está conseguindo lidar tão bem com isso quanto aparenta.
Para complicar ainda mais sua situação, como sempre, eis que surge um misterioso cara em coma. E eis que esse cara é seu pai. Imagina que loucura para ela ter que lidar com mais uma pessoa agora, que ela nem sabia que ainda existia e que estava tão próxima dela todos esses anos. Ela também descobre que ele tem sonhos bizarros e dolorosos, e ela não sabe como ajudá-lo, por mais que ele implore por sua ajuda.

"Minha vida é uma tremenda merda, a pior de todas as vidas do mundo! Como você pode me forçar a escolher? Como pode fazer isso comigo? Tá me ouvindo? Alguém aí?"

Influenciada por Cabel, ela acaba descobrindo aonde seu pai mora e começa a investigar a vida dele. Quem sabe ele também não era um apanhador de sonhos, assim como ela? Enquanto isso, ela também tenta ter algum tipo de conversa minimamente normal com a mãe, para tentar descobrir o que aconteceu para ele a abandonar quando estava grávida.
De um modo geral, gostei bastante da forma como a autora conduziu toda a história do livro. Me deixou curiosa o tempo inteiro e com vontade de ler logo para saber o que mais Janie descobriria, o que aconteceria em seguida. Fiquei feliz por ela ter conhecido o pai, mesmo que ele estivesse em coma. Fiquei feliz pelo relacionamento dela com a mãe ter melhorado um pouquinho. Fiquei feliz pelo relacionamento dela com a Carrie ficar um pouco mais aberto. Mas não gostei da Janie ficar guardando tudo para ela. Ela precisava conversar com o Cabel! Ele estava sempre lá, super atencioso, à disposição para quando ela quisesse (embora algumas vezes ele não se tocasse de estar agindo da forma errada com ela), mas ela só se afastava mais e mais, ao invés de tentar esclarecer as coisas de uma vez. Isso me deixou muito irritada. E, definitivamente, não gostei do final, o que me fez dar uma baixa classificação para o livro. Mas eu já falei isso e não vou falar mais para não acabar contando spoiler. Alguém compartilha a mesma opinião que a minha? Ou acham que talvez eu esteja sendo muito crítica?

Leia também:
Resenha da Isabela aqui.
Minha resenha de Fade aqui.