Cheiro de livro novo: Wake - Despertar

Título: Wake - Despertar
Autora: Lisa McMann
Páginas: 201
Editora: Novo Século
Série: Wake
Próximo: Fade - Desvanecer

Achei esse livro um tanto estranho. Peguei emprestado com Isabela porque ela e outra amiga nossa já tinham me falado que era muito bom. Não achei ele tão bom quanto eu esperava, mas também não posso dizer que é ruim. Apenas é diferente. No fim das contas, eu gostei.
Achei a forma como a história é contada muito corrida, parece que a autora foi pulando vários trechos da vida de Janie (o que de fato ela fez, principalmente no início). Para quem gosta de histórias que não perdem tempo e vão direto ao ponto, esse livro é ideal. Mas eu gosto de histórias bem detalhadas, não importa quanto tempo eu vá levar para terminar o livro. A autora usou uma forma de separar o tempo através de datas e horas, mas isso ao invés de me ajudar a estabelecer o calendário, só me deixou confusa em alguns momentos (não sei se só eu que passei por isso haha). Por fim, também achei a maioria das pessoas muito estranhas... Não sei mais como descrever, apenas estranhas. rs

Janie é uma garota de 17 anos com uma habilidade diferente de qualquer outra já vista: se uma pessoa cair no sono perto dela, Janie rapidamente é sugada para dentro do sonho dessa pessoa, e fica por lá observando tudo, enquanto seu corpo físico perde os sentidos e fica tendo espasmos. Por mais que tente, ela não consegue se libertar do sonho, e quanto pior o pesadelo, mais paralisada fica. Sem entender qual o propósito disso tudo, Janie faz o possível para viver sua vida normalmente. 

"Sonhos não são lembranças, Janie. São esperanças e medos. Indicações das pressões da vida. Achei que, entre todos no mundo, você soubesse a diferença."

Ela vive em um bairro de pessoas de baixa renda, com a mãe alcoólatra. Está no ensino médio, trabalha em um asilo e tem uma melhor amiga chamada Carrie. Está sempre rodeada de pessoas, mas ninguém sabe sobre seus poderes, então ninguém pode ajudá-la. Aliás, ter pessoas ao redor é sempre pior para ela, já que as pessoas dormem nos momentos mais inapropriados, o que pode render grandes problemas às vezes.
O livro basicamente se passa com Janie tentando entender e controlar esse seu dom. Em certo momento, ela conhece Cabel, um garoto ~estranho~ e misterioso. Às vezes ele parece muito legal, às vezes ele parece um idiota, às vezes ela parece idiota. Além de Cabel, Janie também recebe ajudas inesperadas para se entender melhor, e tudo passa a fazer mais sentido.
Sinceramente, achei o início bem chato e, de certa forma, até fiquei feliz que a história flui rápido. Mas depois que os quebra-cabeças começam a se encaixar melhor e eu consegui entrar mais na história, comecei a gostar do livro. E o final até que me deixou satisfeita. haha Também gostei que a autora colocou um pouquinho do ponto de vista do Cabel, mas acho que ela poderia ter explorado mais isso... Enfim, essa é minha opinião. Alguém concorda comigo?


Resenha da Isabela aqui.
logoblog