Cheiro de livro novo: Destinada

Título: Destinada
Autoras: P.C. Cast e Kristin Cast
Páginas: 405
Editora: Novo século
Série: House of Night
Anterior: Despertada
Próximo: Escondida


Esse livro é emocionante demais! *---* Para terem uma ideia, eu o li em menos de uma semana... E faz MUITO tempo que eu não sinto essa necessidade de ler incontrolavelmente até chegar à última página. Eu tinha esquecido de como os livros dessa série eram cheios de emoção. Faz mais de dois anos que eu li o oitavo livro, Despertada, e depois de todo esse tempo, obviamente, eu não lembro quase nada dos anteriores (do primeiro então, nossa, só lembro que ela foi marcada rs). Tinha algumas vagas lembranças de algumas das histórias que foram surgindo ao longo dos livros (e põe histórias nisso, porque olha, não sei de onde essas

mulheres tiram tanta coisa diferente e colocam tudo junto e misturado formando confusões
cada vez maiores para a pobre Zoey resolver. Sério, às vezes acho até exagerado). Lendo o livro, essas vagas lembranças se consolidaram melhor na minha cabeça e eu relembrei as partes mais importantes. Mas acho que o que tornou esse livro realmente emocionante para mim foi o fato de não lembrar muita coisa do último, porque assim eu não tinha muita certeza de qual era a resposta do maior mistério e fiquei o livro inteiro esperando para descobrir, além de não ter certeza de outras coisinhas. Apesar disso, tenho certeza de que lembrar das coisas que aconteceram não deixariam a história menos interessante e até seria útil.
Nesse livro, Zoey e seus amigos, incluindo Stevie Rae como Grande Sacerdotisa Vermelha, seus novatos vermelhos e seu Consorte, Rephaim (o Raven Mocker que foi perdoado por Nyx), estão de volta à Morada da Noite de Tulsa. Isso não é algo exatamente agradável, pois a Sacerdotisa de lá continua sendo Neferet, então eles devem conviver numa espécie de trégua temporária. Felizmente, eles conseguem a permissão do Conselho Supremo para ficarem nos túneis embaixo da estação abandonada no tempo em que não têm aulas, mas sabem que enquanto estiverem na escola precisam ficar atentos. A presença de Rephaim na Morada da Noite também não ajuda em nada, pois o Mestre da Espada, Dragon Lankford, não o suporta, pelo fato de ser o causador da morte de sua companheira, Anastasia; portanto, devem sempre manter esses dois afastados.
A mãe de Zoey foi assassinada e ela deseja justiça por sua morte. Para isso, precisa descobrir o que exatamente aconteceu e quem a matou, embora tenha uma forte desconfiança de quem seja (quem será? :P). Além de todas as coisas com as quais precisa lidar agora, surge um novo garoto por lá: Aurox. Na verdade, nem garoto ele é. É uma criatura criada pelas Trevas para servir e proteger Neferet, e pode transformar-se em um touro quando se alimenta das emoções das pessoas. Mas Neferet faz todos acreditarem que ele é um presente da Deusa, como forma de mostrar que a perdoou (~revirando os olhos~). Zoey sabe que ele é perigoso e que deve manter distância, mas há algo nele que a deixa intrigada, ela sente que ele é bem mais do que aparenta. Nós sabemos que ele possui a alma de Heath em seu interior, mas ela só vai descobrir isso bem depois.

"Então só podia ter sido uma coincidência esquisita. Claro, Aurox era uma espécie de criatura de Neferet, mas isso não significava que ele era imune aos efeitos de lágrimas de garotas. Ele era um cara - pelo menos eu tinha certeza de que ele era um cara. E, ele poderia ser, de alguma forma, um pouco diferente daqueles subordinados estúpidos de Neferet. Ele poderia ser um cara legal - ou pelo menos ele podia ser legal quando não estava se transformando em uma máquina de matar que parecia um touro."

Ainda por cima tem Kalona, que anda rondando Rephaim para que ele o ajude a derrotar Neferet, servindo como um espião. Mas Rephaim quer ser bem aceito pelo grupo de Zoey e se sente dividido, pois agindo assim, ficando próximo de seu pai, eles desconfiariam dele. O problema é que, apesar de tudo, Kalona não deixou de ser seu pai, o que o faz ter esperanças de que um dia mude e o ame como filho.
No meio desse turbilhão de acontecimentos, Zoey e seu círculo precisam ir até a fazenda de lavandas de sua avó para concluírem o ritual de purificação do local (pois a mãe de Zoey foi assassinada lá) que ela está fazendo. Mas Neferet não está disposta a deixá-los fazer o que precisam fazer tão facilmente... O motivo só vai saber quem ler o livro.
Garanto que apesar de já começarmos o livro conhecendo grande parte das informações e ainda conhecermos um pouco mais, pois a autora revesa os capítulos entre os pontos de vista de quase todos os personagens, incluindo os do mal, ele continua sendo extremamente emocionante. Acho que o fato de sabermos o que os personagens querem descobrir nos faz querer chegar mais rápido no final, que é quando isso acontece rs Além disso, tem outras surpresas que surgem pelo enredo. Sem dúvida vale a pena ler. Até porque, quem já chegou no oitavo livro não tem por que parar de ler agora que o final está chegando! ;)
logoblog