Livros *----* Destino



Destino. Autora: Ally Condle. Editora: Suma das Letras. Páginas: 240.

Já estou querendo ler esse livro a bastante tempo, quando me recomendaram ele, eu ainda estava conhecendo o mundo das distopias. Mas li muitas resenhas negativas e acabei deixando-o de lado. 

A Sociedade é o que controla toda a vida das pessoas, desde os seus hobby até os empregos, comida, lazer e casamentos. Não é tudo tão arbitrário assim como você deve estar pensando, eles se baseiam nas características e capacidades de cada pessoa e conseguem prever quase tudo com muita exatidão. Mas é claro que nem sempre as coisas dão certo, afinal estamos falando de pessoas, seres complexos, que mudam e tem um mundo de sentimentos e emoções..

Cássia é uma ótima garota, com boas notas, uma excelente capacidade de identificar padrões, o que provavelmente lhe renderá um bom emprego e possui uma cega confiança em tudo que a sociedade faz, principalmente por ver o casamento perfeito de seus pais.

Logo ela terá seu próprio Banquete do Par e seu próprio casamento perfeito. E tudo sai exatamente como ela sempre sonhou. Ela é pareada com seu melhor amigo, Xander, e sabe que será fácil pensar nele dessa forma. É o simplesmente natural que a Sociedade tenha feito essa escolha. Mas quando ela resolve olhar seu micro-chip com as informações sobre Xander e as instruções para o namoro, aparece um outro rosto na tela, uma pessoa que ela também conhece, o misterioso Ky.

Cássia então recebe uma visita de uma Funcionário do Departamento de Pares, que a tranquiliza, falando que Xander é realmente seu Par e tudo se tratou de um erro no seu micro-cartão, porque Ky, afinal, nunca poderia estar na Seleção... Mas isso só desperta uma enorme curiosidade em Cássia, pois e se seu Par realmente devesse ser Ky, será que se ele pudesse participar da Seleção ela não seria designada para Xander e sim para ele? Disposta a conhecer um pouco melhor esse seu amigo solitário e tentar descobrir as razões de ele ser tão excluindo socialmente, Cassia pode estar se encrencando e confundindo seu coração. Afinal ela não tem muitas escolhas a tomar, mas talvez resolva revindicar algumas delas.

"Talvez seja porque agora eu viva na história dele. Agora sou parte dela, e ele, da minha, e a parte que escrevemos juntos às vezes parece ser a única que importa."

Depois que comecei a ler o livro, percebi que a sinopse me levou a pensar outra coisa. Achei que Cássia havia sido destinada a Xander, com quem queria estar, mas depois as coisas iriam mudar e ela teria que ficar com Ky, o que a levaria a questionar a Sociedade em que sempre confiou. Mas não é exatamente assim que acontece. Foi só eu que confundi as coisas?

O livro é bem legal, gostei da história e ele ainda deixou algumas perguntas para os próximos livros. Não se tornou minha distopia favorita, mas foi uma boa leitura e estou curiosa para saber onde as escolhas de Cássia vão levá-la nos próximos volumes.

logoblog