Livros *----* Desejo dos Mortos


Desejo dos Mortos. Kimberly Derting. Editora: Intrínseca. Páginas: 288. Cuidado pode conter spoiler do livro anterior, Ecos da Morte. Já li o primeiro livro dessa série há bastante tempo, consegui o dois e aí fiquei enrolando com tantos outros para ler, mas então resolvi continuar minhas séries e aqui esta a resenha dele. 

Violet, a menina que sente "ecos" de corpos mortos, humanos ou não, está mais uma vez em apuros. Nesse livro ela terá de enfrentar segredos, ciúmes, mortes e até o FBI. Ela e Jay continuam namorando e as coisas estão simplesmente perfeitas, até que dois novos alunos entram na escola, Mike e Megan. Jay e Mike logo ficam amigos e Violet fica bastante incomodada em ter que dividir o namorado. Chelsea, sua amiga, também não ajuda nem um pouco ao dar em cima de Mike o todo o tempo, criando situações um tanto quanto chatas pra Violet que só quer ter um tempo com Jay.

Um passeio a Seattle faz com que Violet sinta um eco bem forte em um contêiner e como sempre ela não consegue se esquecer dele que até o corpo seja sepultado. Ela é atormentada pelos sentimentos do eco, que invadem até os seus sonhos. Por fim, resolve fazer uma ligação anonima para a polícia. Mas isso leva o FBI até ela, que começa a fazer perguntas sobre como ela descobriu o corpo.

"-O que você achou quando eu te disse sobre os animais que eu encontrei?- Ele parecia confuso. Obviamente, não era o que ele esperava.
-Violet, eu tinha sete anos. Eu pensei que era o máximo. Acho que, provavelmente, ainda estou com ciúmes. -Ela fez uma careta para ele.
-Você não achou que foi assustador? Ou que eu era estranha?
-Sim,- ele concordou com entusiasmo. -É por isso que eu estava tão ciumento. Eu queria poder encontrar cadáveres. Você era como um detetive de animais ou algo assim. Você era estranha só porque você era uma menina.- Ele sorriu. -Mas eu aprendi a ignorar já que você sempre me levou para tais aventuras legais."

Tudo isso começa a deixá-la apavorada, mas não o suficiente para falar com alguém.. Se sentindo sozinha e desejando apenas ser uma garota normal, ela começa a receber trotes, bilhetes anônimos e até um gato morto. #tenso

Eu juro que acho muito irritante essa coisa das pessoas esconderem a verdade de alguém que ela sempre confiou e aí a coisa vai aumentando, aumentando e fica difícil contar. Mas é claro que no fim o outro sempre descobre e dá uma baita confusão. O pior é que sempre começa com algo super bobo, que no fim, quando explode tudo, é bizarramente grande. E Violet ainda queria que todos a tratassem como se nada tivesse acontecido, mesmo sabendo que ela está escondendo algo, muito injusto.. A agente do FBI, Sara, também é um pouco misteriosa, e irritantemente insistente, mas apesar de Violet num primeiro momento achar que vão querer prende-la num laboratório e estudar seu cérebro, depois percebe que talvez ouvi-los não seja uma má ideia...

Gostei bastante do livro, li ele em um único dia, mas foi um daqueles dia que fui ao médico, então tive que ficar esperando na sala de espera um tempão... O livro te leva a suspeitar de alguém logo no início, sem fazer muito mistério, mas a Violet não sabe quem é e isso causa uma certa angústia. Mas, no fim as coisas sempre se esclarecem. #FicaaDica
logoblog