Livros *----* Pandemônio


Pandemônio. Autora: Lauren Oliver. Editora: Intrínseca. Páginas: 301.
Cuidado, pode conter spoiler do livro anterior, Delírio.
Terminei o primeiro livro e fui direto para o segundo, estou tentando continuar as séries que comecei, tem várias que tenho aqui, mas ainda não continuei. Então, depois desse pretendo ler Insurgente, Liberta-me, Extras, Este Mundo Tenebroso 2, Once, A Marca de Atena e Desejo dos Mortos, não necessariamente nessa ordem.
Lena consegue fugir e evitar sua cirurgia. Então ela corre através da selva como Alex lhe disse para fazer, até que desmaia e é encontrada por um grupo de inválidos. Assim, ela passa seu luto e vai descobrindo uma nova forma de vida, onde cada um tem uma história de sofrimento que deixou para trás, junto com suas antigas identidades. Ela descobre que também precisa deixar coisas para trás para que possa continuar, pessoas... Alex... E, apenas quando ela conseguir, estará pronta pra ajudar sua nova família, e lutar contra seus verdadeiros inimigos, que durante tantos anos foram sua segurança e estabilidade.

"Em um mundo sem nenhum amor, é isto que as pessoas são umas para as outras: valores, benefícios e encargos, nada além de números e dados. Nós pesamos, quantificamos, medimos, e a alma é esmagada até virar pó."

Dessa forma, ela vai para Nova York, essa mudança é perceptível e esquisita. Lendo o primeiro livro, eu não conseguia imaginar que houvessem outras cidades nos EUA, era como se tudo fosse Portland e depois Selva. Lá, sua missão é se infiltrar na ASD (América Sem Delíria) e acompanhar tudo o que eles fazem, não lhe contaram mais nada.
O livro alterna capítulo entre o Antes e o Agora, o passado em que esteve na Selva e sua adaptação a sua nova posição de inválida e o agora, onde ela se tornou parte da Resistência. Mas eu achei esse livro um tanto quanto previsível, o enredo da história é muito bom e claro que não tem como saber tudo que vai acontecer, mas o final já é esperado, ou pelo menos eu já esperava, não estava muito convencida com o final do primeiro livro... 

logoblog