Livros *----* Como Quase Namorei Robert Pattinson

Como Quase Namorei Robert Pattinson. Autora: Carol Sabar. Editora: Jangada. Páginas: 464. Eu pedi pra minha irmã escolher um livro no kobo para eu ler, e ela escolheu esse. Haha Nunca tinha lido nenhum livro da Carol Sabar e achava esse um livro muito "aproveite o sucesso, que as fãs do saga vão comprar", mas a própria personagem principal é uma fã louquinha da saga Crepúsculo. Então, bem, acredito que foi uma boa leitura.

Eduarda Maria Carraro é uma adolescente de 19 anos, filha de dois jornalistas de sucesso, louca por Edward Cullen e Robert Pattison, está no segundo período de jornalismo na PUC e vai viajar com a irmã, Suzana, a prima, Lisa, e mais uma amiga, Margô, para passar seis meses em Nova York estudando inglês. Além de, obviamente, topar acidentalmente com Robert Pattison por lá, porque não? Essas coisas acontecem. 

"O negócio é que estou apaixonada por Edward Cullen, o vampiro encantado da saga Crepúsculo, e por Robert Pattinson, o ator que o interpreta nos cinemas. Sei que é uma grande loucura, que o primeiro não existe e o segundo não sabe que eu existo (eu acho). Mas, depois deles, nenhum homem parece suficientemente perfeito para mim. É isso aí. Pronto, falei."

 Mas não é que ela descobre que o rapaz que alugou o apartamento para elas e agora vizinho delas é o próprio Robert Pattinson! Quer dizer, é a cara do Robert Pattinson hahaha Demais para ela! Que quase imediatamente se apaixona por ele. Mas o cara é muito esquisito, pois uma hora ele está todo fofo e educado, perguntando por ela e então passa dias sumido. Sem falar em Pablo, o amigo espanhol da turma de inglês que parece estar afim dela, o que é realmente terrível, porque ela não consegue vê-lo como mais do que um amigo.

Bem, primeiro achei que o livro seria uma especie de fanfic, o Pablo poderia muito bem ser um Jacob e Miguel Defilipo, o vizinho misterioso, poderia ser Edward Cullen. Acredito que esse triângulo realmente foi inspirado na saga. Porém, felizmente a história ficou bem diferente depois. Eu achei ela muito bobinha pra um livro tão longo, só não ficou cansativo porque a Duda é uma garota muito engraçada, mas me irritei um pouco a quantidade de vezes que ela tende a desmaiar, ô garota dramática! Mas foi divertido e pensando aqui, no fundo, esse enredo poderia até acontecer realmente com alguém, afinal, não é como se ela tivesse namorado com Robert Pattinson hahah