Livros *----* Chuva de Outono


Título: Chuva de Outono.
Autor: Barry Eisler. 
Editora: Rocco.
Páginas: 317. 
Avaliação: 4/5

Esse foi mais um dos livros que comprei no Projeto Mais Leitura, inclusive tenho que voltar logo lá, porque estou ficando sem livros pra ler... O livro conta a história de John Rain, japonês mestiço, ex-combatente, depois de voltar do Vietnã acabou se tornando um mercenário, ou um "realista", como ele se considera. Conta apenas com 3 regras: não trabalha contra mulheres e crianças, não podem ter outras equipes contratadas com o mesmo objetivo (exige exclusividade) e o alvo deve ser "o principal" e não um inocente sem a menor ideia do que está acontecendo. 

Especializado em mortes por causas naturais, tem a ajuda de Harry para  rastrear as suas vítimas. Harry é um hacker capaz de descobrir qualquer coisa, John salvou a sua vida uma vez e se tornaram amigos, ele o ajuda mas não sabe da verdadeira profissão de John, acredita que ele é apenas um investigador particular, bem... talvez ele suspeite de algo... 

Ele conclui mais um trabalho, que termina de um jeito um tanto quanto incomodo... sua vítima é revistada por um estrangeiro depois de sofrer um repentino ataque do coração e em seguida tem seu apartamento arrombado, será que seu cliente havia quebrado alguma regra contratando uma segunda equipe para garantir que o trabalho fosse concluído?! Isso não poderia ficar de lado..

Então John encontra acidentalmente uma linda pianista de jazz, filha do seu mais recente alvo e se vê envolvido com a jovem moça. Quando descobre que ela está em perigo, não hesita em tentar ajudá-la, colocando em risco sua própria vida também. Depois disso, John começa a tentar descobrir o que está acontecendo, enquanto tenta se manter vivo, o único problema é que muitas pessoas parecem não querer ajudá-lo nisso, como a polícia do Japão, políticos e até a CIA.

"Especulei como teria sido se nos conhecêssemos em outras circunstancias. Poderia ter sido bom, pensei de novo.
Quase ri pelo absurdo. Não havia espaço para qualquer coisa assim em minha vida, e eu sabia disso.
Crazy Jacke de novo: Não há lar para nós, John. Não depois do que fizemos.
Era o conselho mais verdadeiro que eu já recebera. Trate de esquecê-la, pensei. Sabe que tem de fazer isso."

Gostei bastante do livro, ele mostra um cenário bem diferente, não sei porque mas sempre acho curioso quando leio livros que retratam um lugar tão longe de mim e vejo que ele também tem uma loja Subway, por exemplo, e em como o mundo tem ficado parecido de uma forma geral... O livro tem uma espionagem e perseguição muito bem construídas e você vai descobrindo aos poucos não só o mistério da história mas também o passado do personagem e acho incrível como os autores sempre conseguem nos fazer gostar de um personagem mesmo que ele seja um frio assassino particular!
logoblog