Livros *----* O Lado Bom da Vida

O Lado Bom da Vida. Autor: Matthew Quick. Editora: Intrínseca. Páginas: 256.
Amei esse livro, apesar de muitas vezes ter ficado imaginando como era a capa sem os atores do filme. Mas já estou ansiosa pra vê-lo.
O livro conta a história de Pat Peoples, um homem com seus trinta e poucos anos, que acabou de sair do "lugar ruim", um hospital psiquiátrico, e tem a difícil tarefa de retomar a vida. Tudo que ele quer é ser uma pessoa melhor pra que possa voltar para sua esposa, Nikki, e acabar com o "tempo separados". Mas, ele não se lembra do que o levou a ir para o hospital, nem quanto tempo ficou lá e não sabe por que todos parecem odiar a Nikki ou porque ninguém quer lhe dizer nada sobre seu passado.
Mas ele tem que tentar seguir em frente procurando sempre acreditar no lado bom da vida, ele procura agir diferente, sendo gentil em vez de ter razão e a mudar hábitos que sua ex-mulher sempre reclamou, como a sua falta de leitura. Pois, ele acredita que a sua história também pode ter um final feliz, como num filme onde as pessoas passam por períodos difíceis mas depois as coisas sempre melhoram, se encaminhando para um final agradável e feliz.
        Assim, ele vai para a casa de seus pais e passa a se encontrar semanalmente com um terapeuta particular, além de manter sua séries diárias de malhação no porão, onde tem praticamente uma academia particular! Ele tá meio viciado em malhação, mas acho que o autor do livro exagerou um pouco no treino dele... Eu faço academia a quase um ano e quase morro com 4 séries de 15 abdominais.. tudo bem que sou mulher e sou meio relaxada na academia, mas o cara é um monstro! Ele faz séries de mil abdominais! Isso é incomparável! Por favor pessoal que malha, concordem comigo, não to falando besteira, né?!
         No meio disso tudo ainda tem o seu pai que não fala com ele, sua mãe parece estar levando tudo nas costas. Ele tem ainda o irmão mais novo e um amigo que estão lhe apoiando, além da Tiffany, também mentalmente desequilibrada. Ela se mostra uma boa amiga, talvez por estar passando por uma problema parecido com o dele...

A capa em inglês! 
O livro me prendeu do inicio ao fim, ele te faz rir e se emocionar com os problemas dele e suas crises, quando ele não consegue controlar seus impulsos... O Pat se mostra não só uma pessoa com problemas tentando recobrar sua sanidade mental, mas uma pessoa com problemas tentando se tornar uma pessoa melhor recobrando a sua sanidade mental. E isso faz tudo muito diferente!  Pat narra a história de maneira simples e autêntica, quase como um diário mesmo, foi um ótimo presente de natal atrasado! Eu queria botar uma citação dele aqui, mas o livro foi emprestado e agora tá emprestado de novo e eu cansei de adiar a postagem... então vai assim mesmo, espero que gostem ;)





E, o trailer do filme!! *-----*